Publicado em 1/12/2008 as 12:00am

Governo norte-americano cria site para ensinar imigrantes

O departamento de educação dos Estados Unidos criou um website para ensinar inglês aos mais de 12 milhões de imigrantes que vivem neste país

Por Luciano Sodré

 

O departamento de educação dos Estados Unidos criou um website para ensinar inglês aos mais de 12 milhões de imigrantes que vivem neste país. o objteivo central e proporcionar uma formação linguística àqueles que não possuem uma fluência do idioma e querem aprender.

“Desta forma esperamos que os imigrantes possam aprimorar sua pronúncia e consequentemente melhorar a produção no trabalho”, afirma Troy Justesen, secretário assistente do Instituto de Formação e Educação para Adultos. O lançamento deste site é um dos objetivos do presidente George Bush relacionados às reformas que sua administração faria na área de imigração. “Queremos ajudar a todos a expandir suas oportunidades neste país”, acrescenta o secretário.

Chamado de USA Learn, o programa oferece acesso fácil na internet, material educativo gratuito via online, módulos que proporcionam aprendizado para ser usado fora da sala de uma sala de aula.

No site, o usuário terá como escolher o nível de aprendizagem. Existem duas opções, iniciante e intermediário. No primeiro, o aluno aprenderá assuntos como números, agenda, lugares, família, escolas, roupas, dinheiro e até fazer compras.

Já no intermediário, o estudante recebe exercícios mais desafiadores que poderão ajudá-lo ainda mais nos quesitos leitura e escrita.

Atualmente, apenas uma média de um milhão de imigrantes têm acesso à aprendizagem do idioma inglês. Por isso o governo teve a iniciativa do site, “para que os mais de 12 milhões tenha o mesmo direito de uma forma mais acessível”. Toda a criação e elaboração  do site foi vistoriada pelo Departamento e Instituto de Formação e Educação para Adultos, através da divisão de educação e alfabetização.

De início o projeto conta com pouco apoio, mas existe a possbilidade de, no futuro, o Departamento de Educação oferecer espaço para entidades assumirem o portal.

As pessoas interessadas em saber mais sobre o projeto podem acessar o site www.usalearns.org

Fonte: (ANBT - Agência de Notícias Brazilian Times)