Publicado em 1/12/2008 as 12:00am

Pastor em Framingham inicia campanha solidária

Preocupado com a tragédia que está destruindo parte de alguns municípios de Santa Catarina, o pastor Galdston Reis inicia hoje , dia 1º de dezembro uma campanha que visa levantar fundos destinados à ajudar as pessoas atingidas

Por Luciano Sodré

 

Preocupado com a tragédia que está destruindo parte de alguns municípios de Santa Catarina, o pastor Galdston Reis inicia hoje , dia 1º de dezembro uma campnha que visa levantar fundos que serão destinados à ajudar as pessoas atingida. “Espero que todos possam colaborar com alguma quantia, pois aquele povo precisa muito de nossa ajuda”, fala salientando que não é apenas a questão financeira. “Eles precisam de orações”, acrescenta.

Gladston disse que sensibilizou-se com as manchetes dos principais jornais do Brasil, onde cenas tristes eram relatadas sobre pessoas que perderam quase tudo, além das dezenas de mortos já registradas.

A campanha será oficialmente aberta através do programa de rádio que o pastor mantém, na 650AM. “Precisamos fazer a nossa parte. Não devemois ficar de braços cruzados”, fala Gladston. Para ele, se os brasileiros que vivem fora do Brasil se unirem para ajudar, “com certeza fará muita diferença”.

Para arrecadar o dinheiro, o pastor abriu uma conta no Bank Of America. Os interessados em ajudar poderão depositar qualquer quantia na conta de número 0046 1505 5967, em nome de Community Help Fund.

O pastor fala que ao final da campanha, será divulgado o valor arrecadado, bem apresentadas as cópias dos depósitos.

Para mais informações, podem entrar em contato através do telefone (508) 202-2893 ou encaminhar email para reis1967@comcast.net

 

RESUMO DO DESASTRE

Segundo o site oficial da tragédia (www.desastre.sc.gov.br) até as 19 horas de ontem, foram registrados 78.707 mil desalojados e desabrigados, sendo 27.410 desabrigados e 51.297 desalojados. 112 pessoas já morreram e 19 estão desaparecidas.

Fotos da tragédia e mais notas sobre o caso podem ser obtidas no site do governo de Santa Catarina (www.webimprensa.sc.gov.br), onde também está disponível a lista de óbitos.

Fonte: (ANBT - Agência de Notícias Brazilian Times)