Publicado em 9/12/2008 as 12:00am

Portadores de vistos "T" e "U" receberão green card

O Serviço de Cidadania e Imi-gração dos Estados Unidos anunciou, na segunda-feira(8), uma decisão que permitirá aos portadores de vistos "T" e "U", tornarem-se residentes permanentes legais

O Serviço de Cidadania e Imi-gração dos Estados Unidos (USCIS) anunciou, na segunda-feira(8), uma decisão que permitirá aos portadores de vistos “T” e “U”, ajustarem seus status no País e tornarem-se residentes permanentes legais. A decisão coloca em prática regulamentação do Victmis of Trafficking and Violence Protection Act, de 2000, e entrará em vigor 30 dias após sua publicação no Diário Oficial.- A medida que estamos tomando melhorará os interesses humanitários porque protege as vítimas de tráfico de pessoas e de outros delitos graves. Também acreditamos que a habilidade de investigar e punir crimes aumenta quando oferecemos benefícios importantes de imigração às vítimas - diz, em comunicado, Mike Aytes, subdiretor interino da entidade. O visto “T” é um visto dado às vítimas de formas severas de tráfico humano. O visto “U” é um visto concedido às vítimas de certos crimes, tais como violência doméstica, que se dispõem a colaborar com as investigações da polícia e da justiça. O que é precisoPara canditar-se ao green card, o portador de visto “U” tem que estar nos Estados Unidos por um período contínuo de, pelo menos, três anos, a partir da data da emissão do visto. Aqueles com visto “T” têm que estar há três anos contínuos nos Estados Unidos, ou durante período contínuo correspondente à investigação ou julgamento dos atos de tráfico humano. Os que têm visto “T” também terão que apresentar declaração da Procuradoria Geral informando que a investigação ou julgamento do caso já foi concluído.Em ambos os casos, o solicitante tem que estar legal no País, na ocasião da solicitação do green card. O USCIS poderá ajustar o status de até 5 mil portadores de vistos “T”, anualmente. O limite de vistos não se aplica a familiares do portador do visto “T”. Não há limite para ajuste de status dos portadores de visto “U”.

Fonte: (da redação)