Publicado em 19/12/2008 as 12:00am

Brasileiros presos em Danbury por falsificação de dinheiro

Quadrilha fabricava e distribuía notas de cem dólares falsas

O Serviço Secreto americano prendeu quatro brasileiros sob a acusação de falsificação de dinheiro: Wesli Camargo, Epaminondas José Soares, Joister Pacheco Ataíde e Jean de Oliveira, todos de Danbury (CT) e com idades entre 20 e 41 anos, estão sob custódia federal e aguardam audiência que definirá seu futuro – se condenados, podem pegar até 20 anos de prisão e terão que pagar multa de 250 mil dólares; depois ainda serão encaminhados para os procedimentos imigratórios por estarem em situação irregular no país.

Durante o depoimento, Wesli contou aos agentes que praticava este crime há seis meses e vendia as notas de cem dólares por 30 dólares. Os quatro foram presos na Carolina do Norte, com mais de 35 mil dólares em dinheiro falso e, com a ajuda das polícias daquele estado e de Connecticut, as autoridades conseguiram apreender mais de 750 cédulas irregulares, muitas com comerciantes da região. As notas foram repassadas até na Flórida e, muitas vezes, os produtos comprados eram devolvidos e trocados por dinheiro verdadeiro.

Os quatro envolvidos estão detidos sem direito a fiança. Os policiais também encontraram um laptop, documentos falsos, material e equipamento usado na falsificação. No apartamento de Wesli, em Danbury, a polícia encontrou ainda mais de 22 mil dólares falsificados, além de computador, scanner e impressora.
Um dos lesados foi o comerciante Pritesh Patel, que tem uma loja na rua principal de Danbury e aceitou pelo menos três notas falsas nos últimos meses. “Eu preciso tomar muito cuidado, pois ninguém sabe quantas destas cédulas ainda estão circulando por aí”, lamentou.

Fonte: (acheiUSA)