Publicado em 19/12/2008 as 12:00am

Violência e drogas preocupam comunidade em Cape Cod ? MA

Recente caso de americano morto em execução semelhante ao "Microondas", prática comum entre traficantes cariocas, aterroriza moradores da região

Por Marcelo Zicker

 

 

Num caso atroz de violência, a comunidade brasileira de Cape Cod foi surpreendida, na terça-feira, dia 16, com a notícia do assassinato de Jordan Mendes, de 16 anos. Seu corpo foi encontrado enterrado e queimado, em uma floresta próxima a cidade de Hyannes. O crime, que teve relação com o envolvimento do jovem americano com as drogas, foi mais um indício da violência ascendente da região.

 

 

O crime

 

O episódio aterrorizante, ainda está em fase de investigação e de descobertas dos culpados. O buraco de 10 feet debaixo da terra, e oito metros de largura e que foi o local de um esquema ‘Microondas’, no qual a vítima é queimada viva debaixo da terra, surpreendeu a todos pela minuciosiadade e brutalidade do crime. ““ Não vou mentir para você, o Jordan tinha alguns problemas com drogas. Mas eu conheço-o desde que ele era apenas um garotinho. Era um bom rapaz, um amigo de meu filho. Quem poderia ter feito isso com um garoto com ele? “disse uma mãe de um dos amigos do garoto, ao jornal Cape Cod Times. Jordan era filho de Manuel Mendes, traficante de drogas sentenciado há 35 de reclusão em 2006.

 

 

Comunidade assustada

 

Após o caso André Martins, no qual o brasileiro foi morto a tiros pela polícia de Hyannes após fugir de uma blitz, os brasileiros residentes na região de Cape Cod demonstram preocupação. “Com a crise e o desemprego, a violência está crescendo muito na região de Cape Cod. Antigamente, até o carro a gente poderia deixar ligado, com as chaves dentro, as portas de casa abertas. Hoje em dia não podemos confiar mais em ninguém. São muitos os casos de carros roubados e casas saqueadas” alerta Sheila Rittel, uma belo-horizontina que há 17 anos reside em Cape Cod.

 

Já o motorista Luis Carlos, que faz entregas semanais na região, acredita que o problema se concentra em outras questões, como as drogas. “Tanto o André Martins quanto esse menino tiveram relação com o envolvimento com as drogas. Acho que isso pode contribuir para crimes como esses. E sinto que a cada dia a juventude entra nesse caminho sem volta” opina.

 

A baiana Branca Neves já não vê com o mesmo olhos receosos casos como esse. “A violência sempre vai estar presente em qualquer lugar. Mesmo com esses acontecimentos, acho que aqui ainda é o melhor lugar para a gente morar, tirando alguns casos entre gangs, que acredito serem normais. Cape Cod é uma região muito tranquila e não tenho muitas reclamações em morar aqui” afirma Branca, que há 22 anos mora nos EUA.

Fonte: (ANBT - Agência de Notícias Brazilian Times)