Publicado em 22/12/2008 as 12:00am

Alexim Moving ? verdades e inverdades sobre a polêmica

A Alexim Moving se pronuncia a respeito da denúncia publicada no último dia 12/12/2008 no Brazilian Times. Carta - Resposta propôe esclarecer todas as acusações realizadas por dezenas de brasileiros.

A Alexim Moving está no mercado americano no seguimento de “Mudanças” há muitos anos e em respeito aos clientes que conquistou neste país, gostaria de se pronunciar a respeito da denúncia publicada no último dia 12/12/2008.

Em primeiro lugar, gostaríamos de informar a todos os clientes, que a empresa Alexim Moving permanece no mercado de mudanças e envios de cargas.

É uma empresa devidamente registrada como agente autorizado ao envio de cargas do Governo dos EUA, sob a licença NVOCC 019567N e freight forwarder 019567F, porém  temporariamente não estará prestando serviços na área de “Envios de Volumes Avulsos”, mas sim, continuará atendendo aos setores de envios de containeres de Mudanças Exclusivas, de Carros, Motos,  Jet Skys e Carga Aérea.

A falsa notícia sobre o fechamento da empresa, trouxe e ainda está trazendo problemas e pânico entre os clientes que confiaram seus volumes para serem enviados ao Brasil pela Alexim Moving, onde leva a direção da empresa crer que existem por trás de todo este tumulto, empresas sendo beneficiadas com esta difamação que sobre cai a Cia Alexim Moving.

Neste momento a direção da Alexim Moving não pode afirmar, porém deixa aqui registrado que está também tomando medidas  para averiguar a fundo se suas suspeitas são fundadas ou não, e caso afirmativo, estará solicitando esclarecimentos sobre este procedimento desleal dentre as empresas concorrentes envolvidas .

Preparamos esta resposta com todos os detalhes que julgamos necessário o cliente saber, usando de  máxima clareza e transparência, pois por mais que possa parecer o contrário, a empresa Alexim Moving preza e sempre prezará por seus clientes, pois sem eles a empresa não estaria no mercado por tanto tempo e será este cliente a motivação para todos que trabalham e administram a Alexim Moving continuarem  trabalhando arduamente para superar os problemas e retornar o mais pronto possível com a prestação de serviços em todos os setores que tem o direito de atuar dentro do mercado de transporte de cargas e mudanças.

No final de 2006, foi apresentado ao proprietário da Alexim Moving, Luciano Campos, o senhor Marcelo Boldrin, na época proprietário da NT Transportes Rodoviários.

Este senhor, na época, se mostrou interessado e qualificado para dar andamento às entregas no Brasil dos volumes de mudança dos clientes da Alexim Moving.

Desde o final de 2006 várias cargas foram enviadas para a transportadora do Sr. Marcelo Boldrin, a NT Transportes Rodoviários e estas estavam sendo entregues a contento até o início de dezembro de 2007.

 

O grande golpe:

No início de dezembro de 2007, pouco mais de um ano após o inicio da parceria da Alexim Moving com a transportadora NT Transportes Rodoviários, a Alexim Moving encaminhou para esta transportadora no Brasil uma grande quantidade de volumes de mudança de clientes para serem entregues antes do Natal.

O intuito da Alexim Moving com isso era deixar os clientes contentes tanto com o trabalho rápido e eficaz da empresa de ponta a ponta como deixá-lo satisfeito em saber que seus volumes chegariam ao destino final antes das festas de final de ano.

Com a chegada dos volumes na transportadora, fora combinado entre ambas as partes (Alexim Moving e NT Transportes Rodoviários) que seriam feitos pagamentos antecipados (por parte da Alexim Moving à NT Transportes Rodoviários), de todos os volumes que estivessem seguindo rota de entrega para o destino final e com isso, caminhões da transportadora, bem como os caminhões extras seriam colocados nas estradas brasileiras levando os volumes para seus destinatários e entregues antes do Natal.

Conforme consta documentado, a empresa Alexim Moving cumpriu com o seu compromisso, pagando antecipadamente pela prestação de serviço que a NT Transportes Rodoviários deveria executar com as diversas entregas de mudança no destino final, no Brasil, porém a NT transportes não cumpriu com o seu compromisso, se apoderando indevidamente de uma quantidade grande de volumes que pertenciam aos clientes da Alexim Moving.

A Alexim Moving, assim que percebeu que estava sendo envolvida em um grande golpe, ao que parece, antecipadamente planejado pela NT Transportes Rodoviários,  enviou um mensageiro de confiança da empresa para averiguar o que estava ocorrendo dentro desta transportadora instalada no endereço abaixo e a constatação foi que todos os volumes que supostamente deveriam ter sido carregados em caminhões para seguirem para o destino final no Brasil, conforme constava no sistema da Alexim Moving, na verdade se encontravam dentro da transportadora no Brasil.

A empresa NT Transportes Rodoviários ao perceber que sua trama teria sido descoberta, e sem argumentações plausíveis, expulsou os enviados pela Alexim Moving de sua empresa e disse que os volumes dos clientes da Alexim Moving só poderiam ser transferidos para outra transportadora mediante ao pagamento do valor da entrega de todos os volumes que lá estavam.

Porém se a grande maioria dos volumes que lá foram encontrados,  já estavam com o pagamento do envio para o destino final pago pela Alexim Moving e nenhum havia saído até então, a empresa Alexim Moving não aceitou a esta chantagem feita pela NT transportes Rodoviários. A empresa tentou conscientizar o proprietário da NT Transportes Rodoviários, Sr. Marcelo Boldrin, que esta conduta não era de forma alguma correta, que deveria pensar melhor e evitar transtornos a Alexim Moving e a si próprio, pois a Alexim Moving não iria deixar este caso de lado, pois se tratava da mudança de diversas pessoas, clientes que confiavam a anos na empresa Alexim Moving, que foi a quem contrataram.

O Sr. Marcelo Boldrin se mostrava indiferente e insensível ao problema. Em face disso a Alexim Moving  foi procurar seus direitos através da denúncia junto às autoridades no Brasil.

A Alexim Moving, neste momento representada por seus advogados no Brasil, abriu um “processo judicial contra apropriação indébita” feita pela NT Transportes Rodoviários, conforme também consta documentado e registrado na Delegacia Seccional de Policia de Taboão da Serra - SP.

Apesar dos grandes esforços feitos pela Alexim Moving com a contratação e pagamentos a advogados experientes para representá-la neste processo judicial no Brasil, o alvará autorizando o resgate dos volumes  que a NT Transportes Rodoviários havia se apoderado indevidamente só foi concedida a Alexim Moving em Fevereiro de 2008.

Em fevereiro de 2008, após a autorização por parte da justiça brasileira através de um alvará, a Alexim Moving imediatamente providenciou a retirada dos volumes autorizados. O fez sob escolta policial, advogados e acompanhamento de uma equipe de funcionários  que enviou ao local.

A empresa estima que 70% dos volumes foram resgatados, porém os 30% restantes, que não foram entregues pela NT Transportes Rodoviários, que apelou pedindo um prazo maior para a entrega e até hoje não a cumpriu, tratavam-se de bens duráveis de valores altos, como televisores, fogões, refrigeradores, máquinas de lavar e secar, etc..... e dentre os 70% dos volumes resgatados, quando estes chegaram até o depósito que a empresa Alexim Moving neste momento já havia providenciado de abrir no Brasil para o recebimento seguro destes volumes resgatados, quando foram os volumes verificados, identificaram nos volumes sinais de violação e visível subtração de itens de dentro dos volumes e por parte da NT Transportes Rodoviários foi colocado no lugar destes itens outros itens diversos, os quais o cliente não havia enviado, em alguns volumes foram encontrados ao fundo pedras, roupas rasgadas desconhecidas pelos clientes, papeis picados, entulhos, etc....

Sobre os 30% nunca recuperados, que mencionamos acima, na maioria eletrodomésticos de valores consideráveis, a Alexim Moving ainda tem um processo em andamento no Brasil.

Ainda não sabemos sobre o desfecho deste segundo processo, mas cremos que em algum momento a justiça será feita e o Sr. Marcelo Boldrin venha a responder por seus atos que além de terem afetado a Alexim Moving em âmbito financeiro e moral, prejudicou a todos os clientes que confiaram na empresa para o envio dos seus volumes adquiridos aqui nos USA, fruto de muito trabalho e vida muitas vezes nada fácil de imigrantes que todos enfrentamos neste país.

 

A difícil jornada:

Começou a partir daí um grande drama, o qual a Alexim Moving durante o ano de 2008 que se iniciava teve de administrar.

A empresa tomou a decisão de não abandonar seus clientes simplesmente dizendo a eles que suas mudanças haviam sido perdidas, como sabemos que muitas empresas o fazem quando se deparam com uma situação como esta.

Ao contrário, a Alexim Moving resolveu arregaçar as mangas e lutar contra as intempéries causadas pela NT Transportes Rodoviários:

Montou sua própria instalação no Brasil, agora a transportadora que trabalha para a Alexim Moving no Brasil é própria, e é administrada pela direção da Alexim Moving na Florida.

Esta medida foi tomada, mesmo sendo uma opção mais trabalhosa e custosa financeiramente, para proporcionar aos clientes uma segurança maior na armazenagem, e entregas, primeiro dos volumes que foram recuperados na ação judicial contra a NT Transportes Rodoviários e em seguida para os novos volumes que estavam sendo aos poucos liberados e necessitavam de um local seguro para serem descarregados e armazenados antes de seguirem para o destino final.

Neste processo, a Alexim Moving teve que localizar e montar um local com tamanho adequado a necessidade da empresa, contratar pessoal para o trabalho burocrático interno, motoristas e providenciar a compra de caminhões para o transporte dos volumes até o destino final.

Simultaneamente, os pedidos de ressarcimento começavam a aparecer, a empresa possuía cobertura de seguro, porém a cobertura não abrangia tamanho problema como o gerado pela NT Transportes Rodoviários.

A empresa resolveu, mais uma vez em respeito ao cliente, tratar dos ressarcimentos cada caso na sua particularidade e durante todo o ano de 2008 indenizou de uma forma ou de outra, os clientes que reclamaram problemas gerados pela NT Transportes Rodoviários.

A crise econômica que afeta hoje em dia os USA e por que não dizer o mundo, era muito menos percebida nos anos que antecederam 2008.

Esta crise não chegou em boa hora, e associada a inúmeras  novas empresas de mudança que surgem no último ano, não favoreciam a luta da Alexim Moving em se recuperar do golpe sofrido.

E obviamente, o afastamento e a propaganda boca-boca negativa de clientes lesados pela NT Transportes Rodoviários, principalmente os que estavam fazendo seu primeiro envio com a empresa Alexim Moving e tiveram a infelicidade de ter seus volumes subtraídos. Muitos os clientes foram recuperados, porém muitos não aceitaram as explicações da empresa e procuraram outras empresas para lhes atender.

Vendo toda esta situação nada animadora, a empresa Alexim Moving disponibilizou o imóvel da sede para venda. Com isso estaria se preparando para dias difíceis que estariam por vir.

Até o momento não apareceram reais interessados na compra do imóvel, pois os financiamentos neste momento estão praticamente parados e valores significativos disponíveis nas mãos de investidores também não se encontra facilmente.

 

 

Mesmo passando por todos os problemas descritos acima e alguns mais que não vale a pena mencionar, a empresa Alexim Moving continuava fazendo os envios de cargas de mudanças, liberando-as mesmo que com atraso, onde multas são cobradas a empresa devido à estadia por um tempo maior nos portos e após liberados, providenciando a entrega no destino final.

Porém a cada dia que passava, devido à visível descapitalização gerada pelos ressarcimentos e taxas extras pagas no porto devido ao atraso nas liberações, a empresa começou mais e mais sentir o peso das dificuldades em honrar os seus compromissos sem o auxilio de recursos extras.

No início do mês de dezembro de 2008, exatamente um ano após “o grande golpe da NT Transportes Rodoviários” a direção da Alexim Moving tomou a difícil decisão de “parar temporariamente” com o recolhimento de volumes avulsos de mudanças para envio ao Brasil. A idéia da empresa é liberar e entregar todos os volumes de mudanças que se comprometeu a fazer e depois de se restabelecer, voltar a atuar nesta área.

 

Os setores de envios de Mudanças Exclusivas, envios de Carros, Motos, Jet Sky e Cargas Aéreas, todos para o Brasil, se mantém operando normalmente.

 

A filial de Massachussets, que foi aberta para armazenar e dar suporte aos envios de volumes avulsos estará também temporariamente desativada, pois não há por que neste momento se manter esta filial em funcionamento se o propósito não existe mais.

Quanto aos volumes recolhidos, e que ainda se encontram dentro do depósito da filial de Massachussets, estes volumes estão sendo carregados e enviados para o Brasil onde após a liberação devem seguir rota para o destino final.

Devido às circunstâncias e na tentativa de evitar ainda maiores problemas, a Alexim Moving fez contato com os clientes que tinham seus volumes aguardando liberação há um tempo acima do que a empresa julga fora de risco e solicitou a estes clientes uma ajuda para o pagamento das taxas e desta forma finalizar o processo de liberação das cargas. Esta não foi uma decisão fácil de ser tomada pela empresa e foi esperado por ela até o último momento, na esperança que algo acontecesse e revertesse este quadro e com isso esta solicitação não se fizesse necessária, porém se esta medida não fosse tomada pela empresa, poderiam gerar ainda mais sérios problemas do que os já reclamados pelos clientes sobre os excessivos atrasos na liberação e entrega. Os clientes que concordaram em ajudar terão estes valores disponíveis para utilização futura em envios de suas mudanças ou em cargas avulsas quando a empresa se reestruturar e retornar as atividades nesta área.

A central de atendimento está trabalhando com redução significativa de pessoal, a matéria do último dia 12 fez com que muitos clientes de Massachussets se desesperassem e simultaneamente tentassem contatos via fone atrás de respostas por parte da empresa, onde ficou inviável atender a tamanha demanda de ligações.

Pedimos desculpas pelos transtornos causados e aproveitamos para pedir a compreensão dos clientes quanto às dificuldades que estão encontrando nas tentativas de contato com a empresa neste momento.

Os recados deixados pelos clientes nas caixas de mensagem estão sendo respondidos conforme ordem de recebimento, porém lhes adiantamos que a empresa como em todos os anos, entrará em recesso a partir do dia 12/19/08, retornando as atividades no dia 01/05/2009.

Os clientes que deixarem mensagem na caixa de mensagem e não forem atendidos antes desta data, pedimos que aguardassem o retorno das atividades da empresa para que sejam atendidos.

Em relação aos clientes que se manifestaram na matéria do último dia 12 de dezembro, gostaríamos de informá-los que a empresa não faz descaso ou se mostra insensível aos problemas enfrentados por eles e permanecerá trabalhando em pró de resolver esta situação o mais pronto possível.

Os prazos para entrega de algumas cargas já estão acima do estimado, outras chegando próximo e outras ainda dentro do prazo, mas independente da situação que esteja à mudança dos clientes, a empresa Alexim Moving estará tratado de liberar e entregar o mais pronto possível.

Também é importante ressaltar que rotas estarão sendo montadas para as entregas no Brasil dos volumes de cargas liberadas e estas entregas irão ocorrer inclusive durante o período de festas.

É de total interesse da empresa resolver esta questão, pois a solução deste problema, no menor prazo possível e o comprimento do compromisso que a Alexim Moving firmou com o cliente é que trará à Alexim Moving a chance de retornar ao mercado no setor de envios de cargas avulsas.

Alertamos aos clientes, que durante este período que a Alexim Moving não estiver oferecendo o serviço de envio de carga avulsa, vários clientes estarão procurando por companhias de mudanças para fazerem seus envios, onde podem ser alvos fáceis para empresas de conduta não muito correta que sabemos que estão operando no mercado americano neste momento.

Por isso, julgamos importante frisar que, contratempos são susceptíveis a qualquer empresa do mesmo seguimento.

Se no ato do agendamento do seu pedido, você questionar uma empresa, sobre se esta teve algum problema em algum momento com os envios de seus clientes ao Brasil ou qualquer outra parte do mundo e a resposta forem “Não”, suspeite, pois esta não é uma resposta verdadeira, pois toda a vez que mão de obra humana está sendo utilizada em um negócio, por mais que a empresa se cerque de cuidados, contratempos ou até atitudes de má índole podem ocorrer.

No nosso entender, a grande diferença entre as empresas que estão operando no mercado, seria o aspecto, “como esta empresa trata dos problemas quando estes ocorrem”.

Finalizamos esta carta de resposta pedindo a todos os nossos clientes sinceras desculpas pelos transtornos causados e nos colocamos a total disposição para eventuais esclarecimentos que se façam necessário.

Atenciosamente

Luciano C. Campos

Fonte: ( Luciano C. Campos - Presidente da Alexim Moving)