Publicado em 22/12/2008 as 12:00am

Brasileiro de 4 quatro anos de idade é campeão de motovelocidade

Revelação das pistas, Gabriel da Silva já conquistou cinco prêmios na Flórida com a sua pocketbike, uma mini motocicleta para jovens desafiantes das corridas chamadas de "Bike Racer" no país

Por Elizabeth Simões


Revelação das pistas, Gabriel da Silva já conquistou cinco prêmios na Flórida com a sua pocketbike, uma mini motocicleta para jovens desafiantes das corridas chamadas de “Bike Racer” no país. Gabriel de apenas quatro anos de idade tem praticado motociclismo desde os onze meses de vida, quando ganhou a sua primeira moto.

Competidor nas categorias Novice B, Thumpstar e Fórmula 1, alcançando velocidade de até 63 milhas por hora, ele coleciona troféus, como o importante circuito de Immokalee, na Flórida. Tendo treinado árduamente para superar o próprio desempenho, os pais Eduardo e Luciana da Silva, orgulhosos, presentearam-no com uma Honda CRF50.

Em posse na nova moto, Gabriel agradeceu aos pais garantindo o primeiro lugar no GP Raceway, em Miami, logo na estréia do veículo. Neste mês, o corredor também recebeu a homenagem “Gold Star Winner”, em reconhecimento ao seu dom, concedido pela organização do concurso internacional Talento Brasil, promovido pelo Banco do Brasil.

 

Tragetória - O paulistano Eduardo foi o responsável por despertar o interesse em Gabriel, “Bem cedo, meu filho sempre insistia para que Eduardo lhe coloca-se na moto, ele dizia que queria ser piloto como o pai”, comentou Luciana. Identificando a vocação do filho, Eduardo deixou de competir para preparar e acompanhar Gabriel nas corridas.

A família está treinando e torcendo para a próxima largada, que será em fevereiro, de 2009, em Alabama. Gabriel respondeu ao jornal Brazilian Times que seu objetivo é vencer no Campeonato Mundial de Moto GP.

Para admirar a performance de Gabriel nas pistas acesse www.gabrieldasilva.com ou assista no Youtube.com os vídeos relacionados a “Gabriel da Silva”, com imagens de alguns trechos de corridas e entrevistas à rede de televisão.   

Fonte: (ANBT - Agência de Notícias Brazilian Times )