Publicado em 5/01/2009 as 12:00am

Jovem brasileiro morre em grave acidente de carro em Maryland

Um brasileiro de 17 anos, Thiago Andrade, morreu no último domingo, 1 de Fevereiro, em Rockville, no estado de Maryland

Um brasileiro de 17 anos, Thiago Andrade, morreu no último domingo, 1 de Fevereiro, em Rockville, no estado de Maryland. O carro no qual viajava como carona, foi projetado contra uma árvore, partiu-se ao meio e fez com que o jovem fosse atirado no asfalto.

Thiago morava em Ridgefield, Maryland, com seu pai, desde que frequentava a Middle School. Ao falecer, ele estava na Rockville High School. Sua mãe e padrasto, Marcilene e Marcio Figueiredo, também moram na mesma cidade.

Detetives da polícia do condado de Montgomery estão ainda investigando a colisão fatal, que ocorreu no domingo, às 12:38pm. Investigações preliminares revelaram que um automóvel da marca Toyata, cor cinza, modelo Camry, ano 2003, que era conduzido por um amigo de Thiago, seguia na direção leste na Veirs Mill Road, em Rockville, quando bateu na calçada da direita e saiu da estrada. O veículo, então, continuou fora da estrada e chocou-se com a árvore, partindo-se ao meio.

 

“Pega” poderia ter sido a causa do acidente

Ambas partes do automóvel foram parar numa rampa de terra, no estacionamento de um edifício de apartamentos. A razão do acidente ainda está sendo investigada.

Um portavoz da polícia de Montgomery disse que estão investigando a possibilidade de ter havido uma competição de rua (um “pega”, na gíria do Brasil) entre carros de outros jovens naquele dia fatídico; “há rumores, que circulam entre os alunos da high school, de que houve um pega e estamos pedindo a qualquer pessoa que possa nos informar sobre o assunto, para nos telefonar com urgência”.

A velocidade na qual o carro trafegava também continua sob investigação. Do jeito que se encontrava o veículo, entretanto, acredita-se que (a velocidade) era bem alta.

Thiago Andrade morreu no local. Ele era “junior high” na Rockville. Seu padrasto, Marcio Figueiredo, lamentou o acidente e comentou que o jovem morava com seu pai biológico há 1 ano e meio.

Fonte: (ANBT - Agência de Notícias Brazilian Times )