Publicado em 6/01/2009 as 12:00am

Encontro de vítimas da Alexim Moving reúne dezenas de prejudicados

Encontro promovido no sábado, dia 3, reuniu aproximadamente 52 pessoas lesadas por empresas de mudança. A grande maioria eram vítimas da Alexim Moving

Por Marcelo Zicker


Na tentativa de esclarecer dúvidas e reunir as reclamações de dezenas de brasileiros que tiveram problemas no envio de caixas ao Brasil, foi promovido no dia 3, um encontro na sede da ONG Assistência Total Brasileira. Em parceria com o Centro do Imigrante Brasileiro, o evento teve as expectativas superadas, com a presença de uma média de 52 pessoas que buscavam respostas e soluções para seus casos.

 

 Segundo o presidente do Centro do Imigrante Brasileiro, Fausto da Rocha, a iniciativa tem a proposta de ir além da resolução dos problemas dos envolvidos, e atuar como um  mecanismo para  moralizar o mercado de mudanças para o Brasil. “ Existem muitas empresas sérias , mas também existem aquelas que desrespeitam o direito do consumidor e das quais temos que solicitar a intervenção do estado, do poder judiciário” explica. Durante o evento, os lesados puderam dar o seu testemunho e fazer perguntas para o advogado convidado, Chuck Kelly, que norteava os presentes quanto às possibilidades e possíveis ações a serem tomadas. “ Além de tirar dúvidas, os presentes puderam formalizar suas reclamações para que, na próxima reunião se defina quais procedimentos poderão ser adotados” afirma Fausto, frisando que Chuck Kelly irá estudar todas as opções possíveis. “ Cada caso irá ser avaliado individualmente” completa o presidente do CIB.

 

Entre as empresas que receberam reclamações, a Alexim Moving foi a mais citada. “ A grande maioria eram prejudicados pela Alexim Moving. Com alguns casos muito tristes, de pessoas que mandaram 10, 13 caixas e não tem sequer uma resposta da empresa. Um prejuízo que vai além do valor material, tem um fator sentimental para essas pessoas” afirma Carlos DaSilva, da Assistência Total Brasileira, que também atuou na ponta do projeto.

 

Próximo encontro

 

Uma segunda edição do evento já está marcada para o dia 17 , às 10 da manhã., no mesmo local. Para o próximo encontro, Carlos pede a todos que queiram comparecer, que levem duas cópias coloridas, frente e verso, dos recibos referentes às transações das caixas. “ Para quem não puder comparecer, peço que mandem um email com o nome e  relato do caso no email cdasilva@assistenciatotal.org. Elas receberão um formulário de reclamação para prencher e enviar de volta” explica o ativista.

 

Esperança

 

Para os prejudicados, a iniciativa pode ser a ‘luz no fim do túnel’. “ Esperamos que agora a gente resolver esse impasse. Vamos esperar a resposta do advogado e tomar os procedimentos cabíveis” afirma Angelo Coelho, um dos brasileiros mais atuantes frente ao problema.

Fonte: (ANBT - Agência de Notícias Brazilian Times )