Publicado em 7/01/2009 as 12:00am

Investigação causa renúncia de aliado político da causa imigratória

Com a sua saída, as comunidades estrangeiras perdem um aliado importante na briga pela legalização dos imigrantes

A primeira baixa da ainda nem empossada administração Obama tinha que afetar os

imigrantes?

O governador do Novo México Bill Richardson renunciou ao cargo de Secretário do Comércio, após uma investigação, em seu estado, colocar em dúvida a credibilidade do político.

Uma investigação do FBI está tentando esclarecer se Richardson recebeu dinheiro da empresa CDR Financial Products, da Califórnia, em troca de um contrato de US$ 1.5 milhões em 2004. O dinheiro teria sido usado para pagar as despesas de Richardson na Convenção Nacional Democrata, em Boston, e o presidente da CDR David Rubin também teria contribuído para a campanha presidencial do governador.

Richardson, um fiel parceiro de Barack Obama, seria o primeiro ministro a tomar posse no dia 20 de janeiro. Ele já foi embaixador dos EUA na ONU e secretário de Energia do governo Clinton.

“Eu o conheci num comício em Nashua e posso dizer que era um dos maiores aliados do Obama na legalização dos imigrantes. Richardson me disse que Obama tem tudo para aprovar a legalização nos primeiros 100 dias de governo. É com pesar que aceito a renúncia de Richardson, deixando claro que ele teria lugar na minha adminstração no futuro”, disse nota do presidente eleito Barack Obama.

Agora, o FBI quer saber se membros do gabinete do governador Richardson pediram a autoridades estaduais que desse tratamento preferencial aos oficiais da CDR. As inevstigações podem durar meses.

 

Com saída de Richardson, ministra é esperança de imigrantes. Durante café da manhã com o governador de New Hampshire em 2006, Hilda Solís (D-CA) confraternizacom os brasileiros Lucy DiBiaggi e Cosme Neles.

Fonte: (Eduardo A. de Oliveira- EthnicNewz.org)