Publicado em 16/02/2009 as 12:00am

Pastora brasileira é acusada de estuprar crianças

Em mais um escândalo envolvendo a igreja e o abuso sexual de menores, a pastora da igreja Plenitude Of God de Milford ? MA , Ana P. Almeida, é acusada de manter relações sexuais com uma jovem de 16 anos

Por Marcelo Zicker

 

 

Em mais um escândalo envolvendo a igreja e o abuso sexual de menores, a pastora da igreja Plenitude Of God de Milford – MA , Ana P. Almeida, é acusada de manter relações sexuais com uma jovem de 16 anos. Após se entregar na semana passada e lhe ser concedido o pagamento de fiança estipulada em $500 dólares, a pastora deixou a detenção para permanecer sob prisão domiciliar como informou o Metro West Daily News.

 

Segundo prévia investigação da Polícia de Milford, a brasileira molestou mais de 11 vezes a garota, sendo a primeira quando a jovem tinha apenas 14 anos. O chefe de polícia, Thomas O’Loughlin, afirma que a garota, que não teve seu nome revelado,  foi com a família até a delegacia, onde denunciaram o abuso. Para Thomas, casos como esse, são fenômenos cada vez mais comuns dentro da igreja. “ O grande problema da igreja é que os pastores normalmente se encontram numa posição de autoridade, passando uma confiança, uma segurança, que logo são violadas por atitudes como essa” opinou o chefe de polícia ao jornal local.

 

As relações ocorriam na casa da pastora, e muito se especula  sobre outras vítimas. “ Numa posição de confiança e poder, ela tinha  interação com um grande  número de jovens. A questão se resume ao fato de ter havido consentimento e se esses jovens tem condições de conceder tais atos, na idade que se encontram" disse o chefe. Segundo a lei americana, uma pessoa de 14 anos pode aprovar “o toque” mas só pode fazer “sexo legal” a partir dos 16 anos.

 

Apesar de fora da cadeia, a brasileira permanecerá sob uma série de condições restritivas, incluindo estar proibida de sair de casa, manter quaisquer tipo de contato com a vítima e sua família, e estar sob monitaração de um GPS, dando informações acerca do seu paradeiro à polícia.

Ana P. Almeida deve voltar à Corte de Milford no dia 27 de fevereiro.

Fonte: (ANBT - Agência de Notícias Brazilian Times )