Publicado em 15/03/2009 as 12:00am

Brasileiro é preso por perseguir ex-namorada em Framingham - MA

Marcos Pena, de 34 anos, foi preso após tentar mais de 200 contatos telefônicos com a vítima em um só dia, mesmo com medida cautelar que o proibia de tentar se aproximar da ex-namorada

Um brasileiro foi preso na quinta – feira, dia 12, em Framingham – MA, após acusações de perseguir a ex-namorada. Marcos Pena, de 34 anos,  teria, em apenas uma noite, ligado mais de 200 vezes para namorada, em tom desesperado. Segundo o porta-voz da polícia de Framingham – MA, Paul Shastany, o acusado violou uma medida cautelar já existente, que o impedia de tentar o contato com a vítima.

 

A vitima, da qual a polícia prefere preservar a identidade, teria relatado o assédio no dia 28 de Janeiro. Ela acusou o ex-namorado de tentar o contato por telefone e por mensagens SMS de celular, apesar da medida cautelar que o proibia de tentar se aproximar da vítima. Ela teria mostrado a um oficial o registro de chamadas no telefone e as mensagens enviadas por Marcos.

 

A polícia contactou o brasileiro para comparecer à delegacia, porém o acusado se negou a depor sobre o assunto, apesar da possibilidade de emissão de um mandado de prisão. “ Logo após contactarmos o acusado, ele realizou uma ligação para a vítima” afirma Paul Shastany. 

 

Mesmo com a possibilidade de ser preso, Marcos Pena continuou a perseguir a ex-namorada após a ligação da polícia, ligando até para seu local de trabalho. "A vítima estava com medo, sendo constantemente assediada por Pena. As mensagens indicaram que ele estava vigiando-a , pois ele sabia todos os passos da ex-namorada", disse Shastany.

 

Marcos Pena teve um pedido de prisão expedido, que foi cumprido na quinta- feira. Segundo Paul Shastany, qualquer mulher que se sinta vítima de perseguição deve relatar o caso à polícia. "É um tipo de  crime assustador para as mulheres", disse ele. "Casos de perseguição são uma grande prioridade para nós. As pessoas devem estar tranquilas e cientes que vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para ajudar, tentando proporcionar alívio para a vítima" completa.  

 

Marcos foi preso sem direito à fiança e segue detido até julgamento.

Fonte: (Metro West Daily News)