Publicado em 17/03/2009 as 12:00am

Brasileiros podem ser beneficiados com "Alívio das hipotecas"

Galluccio chama a atenção de donos de imóveis em dificuldades para entrar em contato com financeiras sobre qualificação para ajuda

Com o novo programa para redução das perdas de casas divulgado pela administração Obama, mais de 100 mil proprietários de imóveis em Massachusetts poderão receber assistência para refinanciamento ou modificação de empréstimos. O plano de 75 bilhões de dólares vai combater a perda súbita das casas com ações em duas frentes. O primeiro programa deverá atender proprietários que já possuem contratos mas que não conseguem refinanciamento porque o saldo devedor é maior do que o valor do imóvel. Um segundo programa é voltado para quem enfrenta dificuldades para pagar as prestações.

O programa de refinanciamento está disponível apenas para quem tem empréstimo cedido ou garantido por Fannie Mae ou Freddie Mac. O proprietário não deve ter prestações em atraso e o saldo devedor não pode ser superior a 105% do valor atual estimado da casa. Muitos proprietários não têm conseguido refinanciar suas casas e tirar vantagens de taxas de juros historicamente baixas porque estão com saldo negativo nas casas, devem mais do que elas valem.

Proprietários em dificuldades devem entrar em contato com Fannie Mae (fanniemae.com; 800-373-3343) e Freddie Mac (freddiemac.com; 800-732-6643) para ver se estão qualificados para os programas.

Para proprietários que não estão atualmente fazendo pagamentos ou não possuem contratos de empréstimo com Fannie Mae ou Freddie Mac, mudanças nos contratos podem estar disponíveis diretamente com quem realizou o empréstimo. A administração Obama está oferecendo para instituições financeiras que realizam empréstimos, benefícios de até $1,000 por cada contrato modificado por este plano. A instituição deverá reduzir as taxas de juros de uma maneira que o pagamento mensal do proprietário nao seja superior a 38% de sua renda. O governo federal irá, então, combinar com a instituição financeira a redução do pagamento de juros dólar por dólar, até 31% da renda mensal. As empresas de crédito e o governo federal podem até dividir as despesas com a redução do valor principal do empréstimo. A qualificação para o programa é condicionada, primeiramente, (a) à casa ser a residência principal; (b) o pagamento mensal ser superior a 31% da renda mensal; (c) um saldo devedor principal de $729,750 ou menos; e (d) a hipoteca ter sido iniciada não antes de 1º de Janeiro de 2009. Muitos bancos já teriam começado a participar do programa, como Citigroup, Bank of America, JPMorgan Chase e Wells Fargo. A participação é obrigatória para qualquer banco que receba fundos do governo pelo Plano de Estabilidade Financeira anunciado em Fevereiro. Quem recebeu empréstimo deve entrar em contato com quem lhe emprestou o dinheiro e questionar sua qualificação para o programa.

O Senador Anthony D. Galluccio chama a atenção dos donos de imóveis em dificuldades para que fiquem em casa até que possam determinar se a assistência está disponível.

“Milhares de proprietários têm estado em um limbo aguardando uma palavra dos bancos ou das empresas de crédito sobre ajuda com seus pagamentos de hipoteca. Agora que o dinheiro foi liberado e destinado, é extremamente importante que eles busquem saber se estão qualificados para ajuda por esses programas, afirmou o Senador Galluccio. “Também é importante que entrem em contato comigo e com outros oficiais eleitos e nos deixem saber se esses programas trouxeram alguma ajuda ou se eles ainda necessitam assistência.”

 

Fonte: (Da redação)