Publicado em 17/03/2009 as 12:00am

Cooperativa treina em casa e cria alternativas para enfrentar a crise

A cooperativa Vida Verde está inovando em questão de treinamento e de opções para enfrentar a crise econômica. "Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé", diz o ditado

A cooperativa Vida Verde está inovando em questão de treinamento e de opções para enfrentar a crise econômica. “Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé”, diz o ditado. E isto é exatamente o que a Cooperativa Vida Verde está propondo: treinamentos em residências.  E, para enfrentar a crise, descontos para clientes antigos e gift certificates, que podem ser adquiridos on line e  levam a mensagem da Vida Verde através do país. “Temos gift certificates comprados até no Colorado”, diz Helen Sinzker, umas das coordenadoras, “isto mostra a extensão da Cooperativa”. Ela acredita que a promoção vai ter alcance ainda maior à medida que o Dia das Mães se aproxima. “Qual é a mãe que não adoraria um presente destes, uma limpeza 100% natural?”.

O primeiro treinamento a domicílio aconteceu domingo passado, em Malden, na casa de Maria Aparecida, uma das cooperativadas. Cida, como é conhecida, sugeriu a idéia e abriu as portas do seu apartamento na Barstow Street para as amigas, vizinhas e companheiras de igreja. Resultado: sete pessoas, nem todas necessariamente housecleaners, preocupadas com o meio-ambiente, a saúde e o futuro do nosso planeta.

Raquel, por exemplo, é babá, cuida de crianças há três anos, e está preocupada com os produtos que usa para lavar os brinquedos. “Eu misturo com água, mas mesmo assim, tenho medo, porque as crianças colocam os brinquedos na boca e estes produtos são muito fortes”. Ela procura uma opção para lavar os brinquedos com produtos que não façam mal às crianças.

Maurício foi com a mulher Fabrícia. Ele trabalha em restaurante, ela no Dunkin’ Donuts, onde sofre os efeitos do sabão usado pela rede para lavar pratos. Mauricio já conhecia e até admira o trabalho da Vida Verde e do Grupo Mulher Brasileira e procura uma opção de produtos de limpeza que não sejam tão nocivos à saúde. “Quero ajudar a Fabrícia na limpeza da nossa casa, principalmente no banheiro, mas atualmente não posso porque passo mal com o cheiro dos produtos químicos”. Letícia trabalha como housecleaner e já foi internada com falência dos pulmões por saturação do organismo pelo uso de produtos químicos. O médico que a atendeu atribuiu o problema ao windex, mas, sem  alternativas aparentes, Leticia continuou a trabalhar com os mesmos químicos.

Mauricio, Fabricia, Raquel, Flavia, Letícia e Abgail adoraram o treinamento “em casa”. Não precisaram andar muito, tomaram um café da manhã bem brasileiro oferecido pela dona-da-casa, e quebra, trocaram idéias sobre as alternativas de limpeza com produtos naturais e ainda ganharam um kit limpeza com os cinco produtos da Vida Verde.

Os próximos treinamentos estão marcados para este domingo, às 9 horas, na igreja Santo Antônio, em Somerville, e dia 6 de abril, às 19 horas, na igreja de São Tarcísio, em Framingham. Para marcar um treinamento na sua casa ou no seu bairro ou para frequentar uma das sessões já marcadas, ligue para a Cooperativa, 617-787-0557 ramal 14 ou mande email para ruth@vidaverdecoop.org. Para comprar um gift certificate, visite a página da coop, www.verdeamarelo.org.

 

Fonte: (Grupo Mulher Brasileira)