Publicado em 15/04/2009 as 12:00am

Alexim Moving afirma que liberará caixas retidas até o fim de abril

Novo encontro entre os prejudicados, no dia 24, contará com a presença do Procurador-Geral de Massachusetts e esclarecerá os avanços na resolução do caso

 

Por Marcelo Zicker


Em carta enviada ao Procurador-Geral de Massachusetts, a empresa de mudanças Alexim Moving, se pronunciou a respeito do caso das dezenas de caixas de brasileiros retidas, que esperam para serem liberadas ou devolvidas. Na carta, o presidente da empresa, Luciano Campos, afirma que ‘estima-se que até o final de Abril, todas as caixas já estejam liberadas’.


Para alguns dos brasileiros envolvidos no caso, é pouco possível que isso seja solucionado. “ Tudo é uma bobagem, uma enrolação. Liguei para a empresa na última semana na busca por novidades e, após muita insistência por respostas, escutei da atendente que nada seria resolvido porque a empresa não tinha dinheiro para liberar as caixas no Brasil. Tenho essa conversa gravada e em breve vou divulgá-la no site YouTube” revela, com exclusividade ao BT, Ângelo Coelho, um dos mais atuantes na cobrança pela resolução do caso. “ Estou com problemas de saúde, tenho familiares com problemas de saúde também, passo por um momento crítico na minha vida. Por isso, não vou desistir enquanto não resolver essa questão” afirma ele, que enviou 2 caixas pela empresa, num valor estimado de $2.600.


Prejudicados se reuném mais uma vez


Algum tempo após a divulgação de dezenas brasileiros que foram prejudicados pela Alexim Moving e alguns encontros entre os consumidores, mais uma reunião se faz necessária. No próximo dia 24, a ONG Assistência Total Brasileira abrigará mais um evento de esclarecimento dos casos e contará com a presença do Procurador-Geral de Massachusetts e possivelmente de alguns representantes das empresas. “ Enviamos cartas aos presidentes das empresas envolvidas para comparecerem à reunião e esclarecerem as situações. Esperamos que alguns deles marquem presença” afirma Carlos Da Silva, da Assistência Total Brasileira. “ Vai ser um encontro importante para situar os consumidores de todo o processo judicial e de investigação do caso. O procurador estará apto a conversar com todos e tirar dúvidas. É é importante frisar que vai ser uma ação voluntária, é um serviço gratuito” afirma Carlos.


A reunião ocorrerá na sede da Assistência Total Brasileira, no dia 24, às 3:30 pm, no endereço 33, Cottage Ave, Quincy, MA. O telefone de contato é (617) 773-2006.


Fonte: (ABTN)