Publicado em 27/04/2009 as 12:00am

Adonai Moving 'quebra', e lesa centenas de brasileiros

No maior escândalo envolvendo empresas de mudança nos EUA, a Adonai Moving declara falência, e deixa centenas de caixas retidas no país e nos portos brasileiros


  Por Marcelo Zicker


Em reunião realizada em Holliston - MA, na quinta –feira , dia 23, a empresa de mudanças Adonai Moving anunciou que está deixando o mercado e que está providenciando o envio das ordens pendentes. A Express Moving é a nova responsável pela parte logística da empresa, e se comprometerá a enviar as mais de 700 caixas estocadas nos depósitos e os mais de 57 conteiners que estão retidos nos portos brasileiros.

 

Futuro das caixas ainda é desconhecido

 

No encontro, o proprietário da Express Moving, Moacir Santana, afirmou que tudo está sob controle e que concordou em se responsabilizar pelas pendências logísticas por respeito aos clientes e, claro, com o intuito de conquistar mais essa fatia do mercado. “ Eles se mostraram interessados em solucionar o problema, embora não tenha ficado claro ao certo em quanto tempo todas as caixas serão enviadas e se os clientes terão algum ônus-extra. Esse é um aspecto que precisa ficar esclarecido” afirma Mariza Medici, colaboradora do Brazilian Times que esteve presente à reunião.

 

Acordo não comprovado

 

Durante o encontro, o clima esquentou com a indagação de um dos prestadores de serviço da antiga empresa. Arnaldo Nascimento, irritado com a falta de documentos que legitimaria o acordo, discutiu com Moacir Santana e colocou em pauta a preocupação com o respeito aos clientes. “ Eles não foram consistentes nas respostas, não ficou claro que as caixas vão ser realmente enviadas e se os clientes estarão seguros disso” desabafa Arnaldo, que tem a receber $35.000 dos representantes da Adonai. “ Está tudo muito verbal, ainda não sabemos do que se trata isso. Não mostraram sequer um documento, um comprovante de que eles realmente estão assumindo o controle” continua. Segundo ele, os representantes da Express Moving tomaram posse dos computadores do escritório da Adonai sem permissão. “ Pedimos para o Paulo Pepe, presidente da Adonai , ser contactado durante a reunião para saber a opinião dele acerca da tomada dos computadores. Ele disse na frente de todos que não sabia, o que deixou tudo ainda mais sem explicações e confuso”.

 

Uma reunião vai ser realizada na próxima terça-feira, dia 28 , no escritório da Assistência Total Brasileira, situada na 33 Cottage Ave em Quincy, MA, com alguns ex-funcionários e representantes da empresa, para esclarecer informações acerca do episódio. O telefone da ONG é (617) 773-2006. A equipe do Brazilian Times tentou entrar em contato com representantes das duas empresas envolvidas mas não obteve êxito.

 


Fonte: (ABTN - Agência Brazilian Times de Notícias)