Publicado em 27/04/2009 as 12:00am

Jogadora Marta joga sábado em Boston

Acontecerá no sábado, dia 2 de maio, às 19 horas, no Harvard Stadium, em Boston-Massachusetts, uma partida de futebol entre Los Angeles Sol e o Boston Breakers, times da liga feminina americana de futebol

 

Acontecerá no sábado, dia 2 de maio, às 19 horas, no Harvard Stadium, em Boston-Massachusetts, uma partida de futebol entre Los Angeles Sol e o Boston Breakers, times da liga feminina americana de futebol.

O Los Angeles Sol (3-0-1) ocupa o primeiro lugar e o Boston Breakers (2-2-0) ocupa a terceira colocação. Ambos times tem as melhores ataques da liga. Boston está empatada em primeiro lugar com seis gols enquanto Los Angeles tem cinco gols.

O jogo apresenta duas das melhores jogadores do mundo que estão empatadas em gols marcados. Kelly Smith jogadora da Inglaterra que joga para Boston e Marta do Brasil que joga para Los Angeles tem três gols cada.

Marta foi escolhida como melhor jogadora do mundo por três vezes pela FIFA e Kelly foi uma das finalistas a concorrer pelo prêmio no ano passado e em 2006.

O time de Boston também tem uma jogadora brasileira, que atua na Seleção, Fabiana. Ela ainda não atuou pelo time, mas deve chegar a Boston ainda esta semana e teve uma contusão no joelho quando jogava pelo time feminino do Corinthians, no ano passado. Com apenas 19 anos já jogou na semi-final e o jogo final da Seleção durante as Olimpíadas de 2008.

 

Conheça Marta

Marta passou pelas dificuldades que muitos jogadores enfrentam até alcançar uma vitoriosa carreira. Teve uma infância difícil, no interior de Alagoas, onde foi criada pela mãe e pela avó. Jogou muitas peladas nas ruas de Dois Riachos, onde já se destacava graças a seu talento natural.

No entanto, Marta teve um problema a mais que os demais jogadores em suas histórias de superação. Por ser mulher e viver em um país em que o futebol feminino nunca teve seu devido valor, a brasileira teve que lutar ainda mais. Depois de passagens por CSA (AL) e Santa Cruz (PE), se mudou para o Rio atrás da oportunidade definitiva.

Pelo Vasco, Marta conseguiu alcançar a Seleção Brasileira adulta. Foi quando ela apareceu para o mundo. A conquista do Pan-Americano e as boas atuação na Copa do Mundo feminina, ambos em 2003, garantiram à jogadora uma chance de atuar no futebol europeu.

Com a camisa do Umea IK, da Suécia, Marta agarrou a oportunidade. Logo em seu primeiro ano pelo novo clube, foi artilheira do campeonato nacional, com 22 gols, e faturou o título da Copa Uefa feminina. A brasileira foi decisiva na competição européia, com três gols marcados nas finais.

Nos anos seguintes, manteve o sucesso no Umea. Marta liderou a equipe na conquista do tetracampeonato sueco (2005, 2006, 2007 e 2008). No último deles, voltou à artilharia, agora com 23 gols.

Pela Seleção, o tom é de frustração. Apesar de feitos inéditos, a brasileira não esconde o desejo de faturar um título de grande expressão com a Amarelinha. Marta já bateu na trave três vezes.

Em 2007, perdeu a final da Copa do Mundo feminina para a Alemanha. Ainda assim, foi eleita a melhor jogador da competição. A atacante ficou ainda com as medalhas de prata nos Jogos Olímpicos de Atenas (2004) e Pequim (2008). Nas duas ocasiões, perdeu para os Estados Unidos na prorrogação.

Os tropeços com a Seleção, no entanto, não mancharam a carreira de Marta. Pelo contrário. Sem títulos, mas com grandes atuações, a brasileira foi eleita três vezes a Melhor Jogadora do Mundo pela Fifa (2006, 2007 e 2008). Agora, será a estrela da Women's Professional Soccer (WPS), recém-criada liga americana feminina, em que atuará pelo Los Angeles Sol.

 

Confira a ficha técnica de Marta:

Nome: Marta Vieira da Silva
Data de nascimento: 19/02/1986, em Dois Riachos (AL)
Clubes: CSA, Vasco, Santa Cruz, Umea IK e Los Angeles Sol
Títulos: Campeonato Sueco (2005, 2006, 2007 e 2008), Copa da Suécia (2007) e Copa Uefa (2004), pelo Umea IK; Pan-Americano (2003 e 2007) e Sul-Americano (2003), pela Seleção
Prêmios individuais: Melhor Jogadora do Mundo da Fifa (2006 e 2007), Bola de Ouro da Copa do Mundo Feminina (2007) e Chuteira de Ouro da Copa do Mundo Feminina (2007)

 

Fonte: (Da redação)