Publicado em 4/05/2009 as 12:00am

Obama recebe carta com pedido de 2 mil brasileiros

Uma pesquisa realizada por telefone e email pelo radialista Gaspar Reis, captando informações com mais de 2 mil pessoas, resultou numa carta que foi enviada esta semana ao presidente Barack Obama

 

Uma pesquisa realizada por telefone e email pelo radialista Gaspar Reis, captando informações com mais de 2 mil pessoas, resultou numa carta que foi enviada esta semana ao presidente Barack Obama, mostrando as formas como o brasileiro quer e pode ajudar o país numa reforma imigratória. Para a maioria das pessoas entrevistadas, uma anistia ampla e irrestrita seria a solução para imigrantes e governo.

                Em 30 dias, Reis disponibilizou um email e as linhas telefônicas de seu programa para saber o que as pessoas poderiam sugerir ao presidente dos Estados Unidos. “Poucas pessoas no mundo têm acesso ao presidente Barack Obama. Descobri através de assessores da presidência que ele teria acesso às informações desde que elas fossem captadas com seriedade e com os números comprovados. Foi o que fiz. Remeti para a Casa Branca a pesquisa e cópias de todos os emails, mostrando o que os brasileiros querem”, afirmou o radialista.

                A pesquisa é uma boa amostra da credibilidade que os brasileiros colocam no governo de Barack Obama. As respostas sugerem que a reforma imigratória seja ampla a ponto de conceder anistia a todos. Segundo os entrevistados, uma anistia acompanhada de multa seria uma forma de o governo captar recursos de mais de 12 milhões de pessoas e impulsionar a economia.

                “Acho que será mais fácil as pessoas discutirem ouvindo também o lado dos imigrantes. Não adianta apenas especular, tinha que ser feita alguma coisa. Eu fiz a minha parte e espero que o caminho seja trilhado por todos”, disse Reis.

                A carta foi enviada à Casa Branca na quarta-feira, 29, amparada por mais de 2 mil nomes. O que é também é curioso é que a maior parte das respostas vieram de pessoas que já moraram nos Estados Unidos e voltaram ao Brasil por diferentes razões.

                “Algumas sonham em voltar porque querem viver nos Estados Unidos e tiveram seus sonhos interrompidos. Acho que o Congresso americano deveria avaliar também a lei que obriga um imigrante deportado a ficar 10 anos sem poder aplicar para visto para o país. A hora é de mudança e os direitos deveriam ser iguais para todos”, disse Reis.

Em 2007, ainda como senador, Obama votou a favor da reforma migratória. Depois, transformou o assunto em um dos principais pontos de sua campanha eleitoral junto à comunidade hispânica, cujo voto (66% de 10 milhões de eleitores) foi decisivo na eleição de novembro passado.

Fonte: (Da redação)