Publicado em 6/05/2009 as 12:00am

Polícia prende brasileiros envolvidos em briga em Massachusetts

Após o show do grupo Jammil e Uma Noites, no Club Lido, em Revere - MA, o jovem Felipe Soares, de 24 anos, foi atacado por pitboys na saída de um restaurante na Rota 16, emo Chelsea - MA

 

Recentemente, após o show do grupo Jamil e Uma Noites, no Club Lido, o jovem Felipe Soares, de 24 anos, foi atacado por pitboys na saída de um restaurante na Rota 16, em Chelsea. O grupo que o atacou, lutadores de jiu-jitsu e artes marciais de uma conhecida academia de Somerville, também bateu em seu amigo e nas duas jovens que os acompanhavam. Felipe teve traumatismo craniano e foi internado no Massachusetts General Hospital. Ele levou golpes no rosto e no corpo e, mesmo caído no chão, foi chutado várias vezes na cabeça pelos covardes.

Entretanto, os três lutadores, considerados experientes na modalidade jiu-jitsu, não ficaram impunes. A corte de Chelsea, que recebeu o caso, mandou prender os três, que tiveram que entregar seus passaportes à polícia, vão enfrentar a corte na próxima segunda, dia 11 e ainda foram presos com $2500 de fiança cada um. O promotor do “Suffolk District” confirmou que Bruno da Costa, de 23 anos, morador de Everett, Iury Debs, de 25, morador de Lynn e Diego Santos, de 23, também de Everett estão impedidos de deixarem o estado até depois da audiência, marcada para a semana que vem. Os três confessaram a culpa na agressão aos dois casais de jovens.

Os agressores, “lutadores de artes marciais” jogaram as vítimas no chão, bateram e pisotearam muito neles. Como consequencia, o Felipe encontra-se até hoje hospitalizado em estado grave, podendo sofrer até mesmo paralisia cerebral.

Fonte: (Da redação)