Publicado em 18/05/2009 as 12:00am

Brazil on Screen em Boston - MA

Encerrando as apresentações desse ano, a mostra Brazil on Screen apresentou o filme "Do Brasil ao Japão", do jovem casal de cineastas Aaron Litvin e Ana Paula Hirano

Por Phydias Barbosa


Encerrando as apresentações desse ano, a mostra Brazil on Screen apresentou o filme “Do Brasil ao Japão”, do jovem casal de cineastas Aaron Litvin e Ana Paulo Hirano. Ela, descendente de japoneses, incentivou o companheiro Aaron e fizeram, juntos, um excelente trabalho documental, que acompanha a trajetória de diversos brasileiros na busca de uma vida melhor no exterior. O festival é promovido pela jovem estudante de cinema, Savana Vagueiro, brasileira e nascida no estado do Acre.

No filme é mostrado como nisseis e sanseis, descendentes de japoneses da cidade de São Paulo, decidem trocar completamente de vida e se aventurar em fábricas e empresas japonesas na esperança de conseguirem um lugar ao sol.

Como nem sempre os resultados são os esperados, os “dekasseguis”, reais protagonistas desse interessante documentário, passam para o espectador todas as suas frustações e situações de constrangimentos as quais os imigrantes trabalhadores sempre enfrentam no estrangeiro, no que toca principalmente à diferença social e econômica que existe entre os dois países. O filme encerrou a mostra desse ano, que trouxe uma variedade de novos trabalhos cinematográficos produzidos por estudantes

No ano passado, Vagueiro produziu o primeiro festival anual "Brazil on Screen," em Boston, apresentando filmes produzidos em várias partes do Brasil. O evento teve boa afluência e o feedback foi positivo. Neste último fim de semana, a arte e cultura brasileiras foram mais uma vez projetadas através das lentes de realizadores brasileiros emergentes.

O festival teve início, na sexta-feira, às 7 da noite, com uma exposição fotográfica. Em seguida, houve a apresentação de oito curtas-metragens, de vários gêneros, desde animação e documentário a narrativa, inclusive foi apresentado, fora de competição, o curta O Jequitibá Rosa, de Glecy Coutinho e fotografado pelo residente de Boston, Marcos Coutinho. Ele é marido da colunista do BT, Marisa Médici.

No sábado, o festival continuou com a apresentação de Caixa Preta, de Marcel Izidoro e da estréia mundial de "Do Brasil ao Japão.” Todas as obras foram apresentadas em português com legendas em inglês.

Savana Vagueiro, a produtora e idealizadora do evento espera continuar a realizar o Brazil on Screen nos próximos anos, como veículo para celebrar a fotografia e o cinema brasileiros.

 

Fonte: (Da redação)