Publicado em 22/05/2009 as 12:00am

Brasileiro enforca-se em ponte em Everett ? MA

Portador de depressão, o pernambucano Lúcio Oda, de 43 anos, sucumbiu à doença e tirou a própria vida em mais um trágico episódio de morte entre a comunidade brasileira

Um jovem talento que se foi. Esse é o sentimento dividido por familiares e amigos de Lúcio Oda, um pernambucano de 43 anos que se suicidou na última semana, enforcando-se em uma ponte na cidade de Everett – MA. Portador de depressão grave, ele fazia uso de medicamentos controlados.

 

 

Trajetória Conturbada

 

Segundo um dos seus grandes amigos, o ativista comunitário Sidney Pires, sempre que sofria dos sintomas da doença, como vontade de se matar, ele ligava para amigos, médicos e familiares, que o acalmavam e tomavam as providências devidas. Na última quarta – feira, 13 de Maio,  porém, ele não ligou. “ Ele teve uma vida muito difícil, quando era criança sofria de maus – tratos do pai, sua mãe morreu atropelada na mesma época. São coisas que potencializaram o avanço da doença” afirma Sidney. A família não quis comentar a morte.

 

Carreira promissora

 

Conhecido pela notável inteligência, tendo atuado como professor de uma escola pública em Everett-MA, da qual teria sido recentemente despedido, Lúcio tinha sérios problemas de auto-estima, lutando contra o sentimento de insignificância. “ Lúcio tinha dificuldades de se manter nos empregos por culpa da doença. Era um grande problema para ele” relata Pires. O pernambucano de Petrolina deixou uma esposa e dois filhos.

 

Números preocupantes

 

Segundo publicado pelo blog Brazil com Z, do jornalista Eduardo de Oliveira,  e balizados por uma pesquisa de 2006 da Massachusetts Coalition for Suicide Prevention, os números de mortes por suicídio se equiparam com mortes por AIDS e de homícidio combinados no estado. Foram 437 suicídios, 183 homicídios e 179 vítimas de AIDS.

 

Fonte: (Da redação)