Publicado em 27/05/2009 as 12:00am

Amor gay por indocumentado leva prefeito à renúncia

Ele tinha sido eleito pela quarta vez e é um dos políticos mais populares do Texas

 

A pequena cidade de San Angelo, no Texas, foi tomada de surpresa, na semana passada, quando descobriu que seu prefeito tinha renunciado a favor de seu amor por um jovem mexicano, imigrante ilegal.

J.W. Lown disse ao San Angelo Standard-Times, numa entrevista feita por telefone, do México, que está “totalmente apaixonado”.

Ele tinha acabado de se reeleger em 9 de maio de 2009 pela quarta vez, com 90% dos votos, mas não compareceu à cerimônia de posse do cargo, porque preferiu ficar com seu amor no México, tentando tirar um visto legítimo para que ele possa vir para os EUA.

O prefeito, de 32 anos de idade, afirmou que não queria fazer o juramento de seu cargo, por estar ajudando e assistindo alguém que não é cidadão americano. A cerimônia seria na terça da semana passada. “Tivemos que vir para o México e esperar na fila por um visto”, disse J.W. à imprensa.

O jovem J.W. Lown, que tem duas nacionalidades, americana e mexicana, disse que não sabia quando tempo demoraria para conseguir um visto para o namorado e confirmou que voltaria a ser prefeito de San Angelo, “caso a população nos aceite como somos”.

Além de administrar a prefeitura local, Lown também é proprietário de uma imobiliária. O presidente da câmara de vereadores, Harold Dominguez, disse que conversou com J.W. duas vezes, após receber a carta de demissão na última quarta feira.

Minha impressão é a de que ele está muito feliz com essa decisão”, afirmou Dominguez. “Admito, até, que nossa cidade perdeu um grande servidor público com a saída do prefeito Lown, que se preocupava bastante com nossa cidade e era muito responsável”, falou o seu sucessor até o momento, vice prefeito Jon Mark Hogg.

Fonte: (Da redação)