Publicado em 15/06/2009 as 12:00am

Brasileiro é indiciado por fornecer stickers ilegalmente em Massachusetts

O inspetor Samuel Bicalho, de 22 anos, estaria realizando fraudes em exames para fornecimento de ?stickers? em carros. Ele poderá pegar até 5 anos de prisão se condenado

 

Por Marcelo Zicker

 

Um brasileiro que trabalha na inspeção de carros e fornecimento de ‘stickers’ em uma oficina na cidade de Framingham – MA,  enfrenta  processo que poderá lhe render muito anos de prisão.

Samuel Bicalho, de 22 anos, está sob julgamento após investigação realizada pela Procuradora- Geral Do Estado Martha Coakley e pelo Department of Environmental Protection. Bicalho foi processado por irregularidades na aprovação dos ‘stickers’ e no Massachusetts Clean Air Act.

O brasileiro é inspetor licenciado e trabalha para a Ze Carlos Auto Repair, situada na cidade de Framingham – MA.

O inspetor estaria realizando ‘ verificações limpas’ nos veículos, segundo opinou ao jornal Metro West Daily News, o porta-voz do Department of Environmental Protection, Ed Coletta. Ed disse que o inspetor utilizava outro veículo, em boas condições, para realizar o exame, ao invés do carro que certamente não estaria apto para receber a certificação. Ao receber a aprovação, o carro recebia o ‘sticker’ sem passar por nenhum exame. Para isso porém, a acusação acredita que Samuel cobrava um valor ‘extra’ para realizar o golpe.

 A porta-voz da Procuradoria – Geral Jill Butterworth, disse que Bicalho estaria cobrando algo em torno de $180 para cada inspeção ‘fraudulenta’, que na verdade custa apenas $29.

A investigação começou no ano passado, após um cliente reclamar ao Registry of Motor Vehicles, que posteriormente repassou o caso para o Department of Environmental Protection  O porta-voz do orgão, disse que foram encontradas irregularidades em documentos e históricos da oficina e na atuação do inspetor.

O brasileiro agora enfrenta um processo que poderá lhe render 5 anos de prisão e uma multa de $500 por cada inspeção irregular que ele realizou. Ele também poderá ser condenado a pagar uma multa de $25.000 por cada violação realizada no Clean Air Act. A data da audiência ainda não foi marcada.

 

 

Aprovação do ‘Sticker’ é ‘dor de cabeça’ para brasileiros ( BOX)

 

Com planos de permanecer poucos anos no país e na tentativa de economizar o máximo dos rendimentos, grande parte dos brasileiros que residem em Massachusetts, optam por comprar carros mais baratos e antigos, o que normalmente implica em veículos inaptos para a inspeção e aprovação do ‘sticker’. Muitos vezes , a ‘negativa’ no fornecimento dos ‘stickers’ se torna uma dor de cabeça para a comunidade, que enfrenta problemas em blitz policiais e com a regularidade da lei. A fraude muitas vezes é o caminho mais fácil, e o recente caso deflagrado é mais um exemplo disso.

 

Fonte: (ABTN - Agência Brazilian Times de Notícias)