Publicado em 19/06/2009 as 12:00am

CTIB realiza encontro com Cônsul do Brasil em Boston

O Cônsul do Brasil em Boston, Mário Saade, recebeu para uma audiência, os diretores da Centro dos Trabalhadores Imigrantes Brasileiros-CTIB.

 

O Cônsul do Brasil em Boston, Mário Saade, recebeu para uma audiência, os diretores da Centro dos Trabalhadores Imigrantes Brasileiros-CTIB. O encontro, que teve repercussões de uma agenda de trabalho conjunta do diplomata com a comunidade, tratou de vários temas atuais para os brasileiros que moram na Nova Inglaterra.

Mário Saade, depois de conhecer melhor a entidade, falou sobre sua dificuldade de

ter um horário maior para atender a comunidade. "Gostaríamos de atender a todos até mais tarde, mas hoje temos que atender o público até às 14h30m para que possamos tratar da parte burocrática interna do consulado", afirmou o Consul.

Ele ouviu atentamente as colocações dos diretores da CTIB e afirmou que o Consulado do Brasil é limitado dentro das leis brasileiras. O quadro de pessoal, que em 1996 era de 17 funcionários hoje se compoe de 23, ainda que tenha aumentado, segundo informações oficiais, não está acompanhando a demanda.

Mais de 300 pessoas são atendidas diariamente pelo Consulado de Boston, situado no endereço 20 Park Plaza, suite 1420.

Sobre a visita a presos que estão em torno de 100 brasileiros no estado de Massachusetts, Mário afirmou que a periodicidade das visitas fica afetada devido ao pequeno quadro de pessoal, o que limita também a prática do consulado itinerante.

"Uma dotação orçamentária que cobrisse as necessidades do Consulado poderia resolver o problema", afirmou o Consul. "A solução passa pelos meios políticos brasileiros", declarou Jorge Costa, Diretor de Articulações Políticas da CTIB e acrescentou: "Nossos deputados federais e senadores precisam se conscientizar da vida dura que nossos imigrantes levam no exterior e das dificuldades que atravessamos".

O Presidente da CTIB, Márcio Porto, falou sobre a necessidade de união entre os brasileiros e reafirmou a necessidade de uma reforma imigratória nos Estados Unidos, que venha abranger amplamente os 12 milhões de indocumentados no país.

A Rádio Criciúma se fez presente pelo trabalho do correspondente André Abreu, que atua junto à CTIB como relações públicas.

Fonte: (ABTN - Agência Brazilian Times de Notícias)