Publicado em 8/07/2009 as 12:00am

Empréstimos garantidos, sem juros, para pequenas empresas

A crise econômico que atingiu diversos países, ainda não foi controlada e muitas empresas fecharam suas portas e outras ainda se "arrastam", tentando vencer o problema

A crise econômico que atingiu diversos países, ainda não foi controlada e muitas empresas fecharam suas portas e outras ainda se “arrastam”, tentando vencer o problema. Diante disso o US Small Business Administration-SBA abriu um leque que poderá ser a “rota de escape” para sair das dívidas.

O programa intitulado America´s Recovery Capital Loan Program, que em português significa “Programa de Empréstimo de Capital para Recuperação da América”, oferece ao pequeno empresário um empréstimo, do qual não será cobrado juros e que deverá ser pago no período de cinco anos. O valor disponível é de $35 mil por empresa e este valor deverá ser aplicado no pagamento de dívidas, financiamentos, linhas de créditos e fornecedores, além do pagamento dos funionários.

Agindo assim, o gorveno dos Estados Unidos espera que os pequenos empresários consigam um fôlego a mais para superar o período de crise que se abateu sobre o país.

Outro ponto importante é que o governo norte-americano se colocou como fiador dos candidatos ao empréstimo, desde que o interessado apresente provas de que sempre manteve as contas em dias e que no momento contraiu dívidas devido à crise. Depois de ter o seu pedido aprovado, o valor será liberado num período de seis meses.

Os empréstimos terão a garantia do go-verno, ou seja, o governo está se propondo a ser o “ fiador” do empréstimo, desde que o interessado tenha um bom histórico, comprove que vinha sendo um bom pagador, e que está passando por dificuldades financeiras.

Aprovado, o empréstimo será liberado durante um período de seis meses por através dos bancos estipulados pelo órgão.

Ralph Ross, um dos diretores do órgão, explica que caso o empresário não quite totalmente o empréstimo, o SBA é que assumirá a dívida perante os bancos acrescidos de um valor baseado em 120 dias de juros. Ele explicou ainda que este negócio é 100% garantido e que os empréstimos são específicos para que as empresas paguem determinados tipos de dívidas. “Outra coisa importante é que o candidato terá um ano para começar a pagar o seu empréstimo”, acrescenta.

Este programa foi criado no governo de Barack Obama, dia 17 de fevereiro, e $225 milhões estarão disponóveis até o dia 30 de setembro de 2010 ou quando esgotar o valor total.

Quem estiver interessado em entrar no programa deve procurar os bancos onde possuem contas, ou ligar para o telefone 1 866-947-8081 de segunda à sexta-feira, entre 8 e 21 horas. Também podem ser obtidas informações através do site www.sba.gov.


Credenciados

Estão aptas e fazer inscrição para participar do programa, as empresas consideradas viáveis financeiramente, sediadas nos Estados Unidos e que estejam passando por financeiras temporárias.

Além disse, a empresa já deve estar funcionando e o seu proprietário deve apresentar demonstrativos financeiro de que a empresa era lucrativa e nos últimos dois anos, comprovar condições de prover suficiente fluxo de caixa para pagar o financiamento ao longo dos dois anos, após a liberação da verba.

Este empréstimo foi criado para pequenas empresas que estão passando por dificuldades financeiras temporária oriundas de “perda ou redação da carteira de clientes, aumento dos custos operacionais, perda ou redução de capital de giro e/ou redução de facilidade de crétido a curto prazo, impossibilidade de reestruturar dívidas existente por causa de restrição de crédito, perda ou redução no quadro pessoal, perda ou redução de fornecedores (quando maior parte fechou as portas).

Mas antes do candidato procurar o programa, deve averiguar se a sua empresa tem um relacionamento com algum banco, funciona há mais de dois anos, tenha extratos bancários comprovando renda e relatório de fluxo de caixa que demonstrem movimento positivo em pelo menos dois anos, nos últimos anos.

Esta projeção dos últimos dois anos indicará se você terá dinheiro suficiente para pagar o empréstimo. É necessário que a empresa comprove que a atividade comercial está sofrendo dificuldades financeiras temporárias.

Fonte: (Da redação)