Publicado em 14/07/2009 as 12:00am

Encontro com os representantes da "Diáspora Brasileira"

Aconteceu nesta 4a. Feira, dia de 08, na cidade de Somerville (MA) o Encontro com os representantes da "Diáspora Brasileira". O evento foi realizado pelo Comitê Pró-Cidadania Unida

 

Aconteceu nesta 4a. Feira, dia de 08, na cidade de Somerville (MA) o Encontro com os representantes da “Diáspora Brasileira”. O evento foi realizado pelo Comitê Pró-Cidadania Unida, com sede provisória em Somerville.O termo “Diáspora Brasileira” começou a circular o ano passado, quando na cidade do Rio de Janeiro, aconteceu o 1o. Encontro do Brasileiros no Exterior” que teve o apoio e o patrocínio da Sub-Secretaria dos Brasileiros no Exterior”órgão fundado com o apoio do Ministério das Relações Exteriores” e por determinação da administração do Governo Lula. Este primeiro “Encontro de Brasileiro no Exterior” em reunião em Julho do ano passado (2008) e sob a presenças de autoridades dos três poderes brasileiros, Legislativo, Jucidiário e Executivo, e em média um publico de 700 pessoas, oriundas de várias partes do mundo (na verdade), dos 5 continentes, elegeu dentre os presentes uma Comissão provisória. E cada continente teve escolhido 3 representantes: A América do Norte, Canadá e México (formam um bloco só), foram escolhidos; para a região da Costa Leste Norte, o economista Alvaro Lima; para a região Leste Sul, o pastor Siliar de Almeida e para a Costa West a assistente social Thais Portugal Bell. Vai acontecer o 2o. Seminário agora em final de agosto, para tanto o Comitê achou necessário ouvir os 3 representantes e para  conseguir reuni-los, os 3 de uma vez, não foi tarefa fácil, segundo disse o moderador do Comitê Edirson Paiva. Segundo, Edirson, que fez o discurso de abertura, disse que os membros do Comitê foram uníssimos quando se deu a ideia deste encontro. E tudo teve um custo: aluguel de sala, cafezinho, panfletos, convites, etc. Mas o Comitê arcou com tudo, disse. Presente ao encontro, nossa reportagem conseguiu fotografar vários presentes, e a impressão que tivemos é que a maioria saiu

satisfeita do encontro. O embaixador Mário Saade foi a segunda pessoas a discursar, e deu as boas-vindas aos presentes, ressaltando a importância do encontro. Aliás, o Consulado de Boston foi um dos responsáveis pelo 1o. Encontro no Rio, quando foram indicadas 3 pessoas para o encontro; Alvaro Lima, Heloisa Galvão e Edirson Paiva. Também deram as boas ao evento, o sr. Domício Coutinho, fundador da 1a. Biblioteca pública para brasileiros, em Nova York; o sr. Renato Batista, fundador da BAUA (Brazilian American United Association) e sr. João Arruda, presidente da CDL (Câmara de

Diretores Lojistas) aqui da região. Os representantes do 1o., Seminário dos Brasileiros no

Exterior: O primeiro representante a falar foi a da Califórnia, Thais Bell que destacou a diferença entre a sua comunidade na Costa West e a comunidade na Costa Leste. “Uma diferença bem grande”disse Thais, alegando que aqui na Costa Leste a comunidade já está mais arraizada e que ela gostaria que lá, ela conseguisse fazer o mesmo. E que pretende lá, na Califórnia fundar um centro para imigrantes, nos moldes dos daqui existentes. O segundo representante Pastor Silair de Almeida, da Florida, destacou a importância do encontro e como bom orador que é, sobressaiu-se, quando do público arrancou grandes gargalhadas, ao contar a estória do “pessimista”. Pareceu-nos quase, não chega a ser, uma parábola, mas o ensinamento sobre o que é ser pessimista impressionou a todos. Silair, também falou, as reivindicações ou propostas que foram redigidas durante o primeiro encontro no Rio de Janeiro. E que tais propostas podem ser conseguidas fazendo o pedido ao Comitê. O terceiro representante Álvaro Lima apostou em suas estatística se como economista soube explicar e tirar muitas dúvidas aos responder as inúmeras perguntas a ele dirigidas.

Os presentes:

O Comitê pede para agradecer presença de todos e que está preparando uma próximo evento, desta vez, com autoridades americanas. Um público presente e previsto segundo o Comitê de

80 a 100 pessoas, entre ativistas, religiosos, produtores de eventos, artistas, esportistas, e até curiosos. Dois representantes do Census Bureau (jornalistas Myriam Willi e Alexandre Barker), a educadora Arlete Falkowsky, empresário Pablo Maia, Gilvan da Silva, do Centro do Imigrante, os jornais A Noticia e Metropolitam através do repórter Jehsodack Pereira, o Diretor do Jornal A Semana, a TV Impacto Social, Mara Rúbia, do programa de rádio Mar Aberto Show, o blogueiro Eduardo de Oliveira, e este jornal.

 

Fonte: (ABTN - Agência Brazilian Times de Notícias)