Publicado em 17/07/2009 as 12:00am

Vítimas de violência doméstica podem conseguir asilo nos EUA

O Departamento de Segurança Territorial (Homeland Security) acaba de abrir as portas a uma possibilidade para que imigrantes que tenham sido vítimas de violência doméstica sejam aptos para solicitar asilo no país

 

O Departamento de Segurança Territorial (Homeland Security) acaba de abrir as portas a uma possibilidade que imigrantes que tenham sido vítimas de violência doméstica sejam aptos para solicitar asilo no país.

Um caminho totalmente contrário ao do tempo do George Bush como presidente, essa possibilidade veio à luz quando o governo solicitou que o caso de uma mulher mexicana, que foi atacada e golpeada pelo marido, fosse revisado.

A violência doméstica continua sendo considerada uma possível base para se solicitar asilo nos EUA, disse Matthew Chandler, portavoz do departamento.

A solicitação de asilo da mulher tinha sido recusada por um juiz de imigração em São Francisco há mais ou menos tres anos atrás, mas a mexicana apelou à Junta de Apelações de Arlington, na Virgina. O departamenteo pediu que o caso fosse revisado, argumentando que, nesses casos, pode-se conceder asilo a vítimas estrangeiras de violência doméstica.

Chandler explicou, também, que as solicitações de asilo baseadas em acusações de violência doméstica são muito complexas e há interesse, por parte do Homeland Security, de desenvolver regulamentos que solucionem estes casos.

A advogada da mulher, Karen Musalo, mostrou os documentos  relacionados ao assunto a repórteres da Califórnia, nesta quarta feira, 15 de julho, no sentido de descrever o novo caminho da política americana, a partir da gestão de Barack Obama.

Fonte: (Da redação)