Publicado em 24/07/2009 as 12:00am

Irmã de Roberto Trevisan morre de câncer em NY

O corpo foi velado em Mount Vernon e depois cremado. As cinzas serão levadas ao Brasil

 

Acometida de um mal chamado de melanoma, quen é câncer de pele, a irmão do conhecido cantor Roberto Trevisan, morreu no sábado (18). Gláucia Trevisan, 46, estava internada no Calvary Hospital, no Bronx, em New York e foi dada como morta às 8 horas. O velório do corpo da brasileira aconteceu na cidade de Mount Vernon e as cinzas serão levadas para Minas Gerais.

O cantor Roberto Trevisan, em nota à imprensa local, disse que sua irmão descobrira, em 2007, uma pinta no pé, a qual foi detectada como um melanoma, depois de alguns exames. Ela passou por uma intensa cirurgia para a retirada do tumor.

Algum tempo depois da cirgurgia, Gláucia percebeu a volta do melanoma, desta vez na coxa. Gláucia passou, novamente, por uma cirurgia e passou por um tratamento de radioterapia, Mas desta vez o problema se espalhou para outras partes do corpo. “Ninguém estava esperando”, fala Roberto salientando que tudo aconteceu muito rápido.

Depois de ficar um período internada no Bllevue Hospital, em Manhatta, a brasileira foi transferida para o Calvary, onde ficam os portadores da doença, em estado terminal.

Gláucia estava nos Etados Unidos havia 16 anos e trabalhava do irmão Roberto e sempre estava nas portarias dos locais onde ele se apresentava.

A morte da brasileira abalou bastante o cantor e toda a família. Roberto diz que Gláucia era tida como a “maezona” de todos e sempre os familiares se reuniam na casa dela para jantar ou por outros motivos especiais. “Ela tinha prazer em cuidar de todos”, continua.

Glaúcia deixou dois filhos, os quais moram no Brasil com uma tia por parte de pai. Mas tudo indica que agora eles devem vir morar no país.

 

 

VELÓRIO

O velório aconteceu na cidade de Mount Vernon e muitas pessoas fizeram questão de dar o seu último adeus á esta brasileira que deixou um rastro de dignidade e solidariedade. O corpo foi cremado e as cinzas serão enterradas no mesmo túmo de seu pai, na pequena cidade de Andradas.

Fonte: (Da redação)