Publicado em 24/07/2009 as 12:00am

Skateboarding brasileiro é atração em Boston

Fabrizio Santos, um dos participantes brasileiros do Campeonato Mundial da International Skateboarding Federation, que se realiza neste fim de semana no TD Garden, em Boston

Fabrizio Santos, um dos participantes brasileiros do Campeonato Mundial da International Skateboarding Federation, que se realiza neste fim de semana no TD Garden, em Boston, visitou nossa redação com as simpáticas promotoras Katie Trotsky e Lauren Bogema.

            Natural de Aracaju (Sergipe), Fabrizio é um apaixonado por esse eletrizante esporte expontâneo, que ninguém até sabe direito quem inventou. Na verdade, o skateboarding surgiu nos anos 50, quando, na Califórnia, os surfistas tiveram a idéia de surfar na rua, quando não haviam ondas perfeitas no mar. Os primeiros "skates" eram feitos a partir de caixas ou pedaços de madeira, onde se atarrachava rodinhas de rolimã ou de patins.

            De lá prá cá, muita coisa mudou e hoje, em pleno 2009, os praticantes do esporte e seus fans mais chegados, poderão assistir Fabrizio Santos e toda a galera brasileira que participa do “Dew Tour” em Boston, apresentarem-se em seus sofisticados "equipamentos" de trabalho.

            Em entrevista ao BT, Fabrizio contou que começou no skate nas ruas de Aracaju com seus amigos quando tinha 13 anos, tendo conseguido patrocínio com algumas lojas locais para se apresentar públicamente. Quando fez 15 anos, apresentou-se num campeonato em Salvador (Bahia) e chamou logo a atenção de um novo patrocinador, JanSkates, que investiu bastante na sua carreira. Fez várias viagens pelo Brasil, apresentou-se em todo o estado da Bahia, em São Paulo, Rio de Janeiro e outras capitais.

            No ano de 2000 competiu em campeonatos na Europa e, a partir daí, o resto é história. Fabrizio hoje mora em Costa Mesa, na Califórnia, tem o patrocínio das empresas Silver Star, marca de roupa específica para a prática do esporte e da Forrest Skateboard, de "shape" de skates.

            Ele também nos conta da diferença existente entre o Brasil e EUA no apoio ao esporte. "No Brasil, é difícil viver do skate, pois é considerado um esporte discriminado por muita gente, com algumas exceções. Nos EUA, o profissional é mais  respeitado. Melhor ainda, os patrocinadores americanos valorizam o esporte e promovem verdadeiros espetáculos em estádios, além de pagarem bons salários e viagens para seus competidores", afirma Fabrizio.

            Fabrizio Santos está entre os 10 melhores do campeonato, tendo sido terceiro lugar do Dew Tour de 2007, na modalidade "park", conhecido no Brasil como "street".

 

                        Prepare a Agenda       

            Os portões do TD Garden abrem às 3 da tarde hoje, dia 24 e o campeonato começa às 5 PM. No sábado, 25, o horário é a partir de 1 PM.

O público poderá se divertir muito, pois além do espetáculo dos maiores performers mundiais, haverá shows musicais, horário para autógrafos, jogos interativos e muito mais. O stand da NERF apresentará um campeonato de dardos para jovens de 8 a 17 anos e o prêmio para o vencedor será uma viagem para o circuito Dew Tour’s PlayStation® Pro, a se realizar entre 15 e 18 de outubro. Lá, o vencedor terá oportunidade de participar no Campeonato Mundial de Dart Tag.

Como parte do evento, a banda de Punk-rock Taking Back Sunday, vai apresentar um show grátis na sexta, 24, às 9 da noite, no plaza da prefeitura de Boston. Abrindo a noite, a banda Crooked X.

Os ingressos ($15 adultos, $5 crianças) estão à venda no Ticketmaster ou nas bilheterias do TD Garden, localizado no: 1 Fleetcenter Plaza, Boston tel. 617-624-1050

 

Brasileiros famosos na competição

Representantes de 28 países estão competindo, dentre eles o Brasil, que tem nada menos do que 15 atletas disputando os diversos prêmios. Ele são: Rodolfo Ramos e Wagner Ramos (de Cascavel), Carlos de Andrade, Rodil Junior e Danilo Rosário (Curitiba), Tulio Oliveira, Marcelo Bastos, Leticia Bufoni, Lincoln Ueda e Lucas Carvalho (São Paulo), Sandro Dias e Karen D. (Santo André), Fabrizio Santos (Aracaju), Bob Burnquist (Rio De Janeiro) e Luan Oliveira(Porto Alegre).

Uma boa oportunidade para a galera jovem levantar as bandeiras brasileiras no estádio.

 

Fonte: (Da redação)