Publicado em 27/07/2009 as 12:00am

Obama finalmente ajusta as prioridades imigratórias

O presidente está fazendo inúmeros acertos para mudar os regulamentos nas leis e em algumas áreas similares, desenhadas para mudar prioridades e aumentar a confiança em seu governo

 

Enquanto o Congresso anda a passo de tartaruga na reforma imigratória, a administração Obama está empenhada em mudar os regulamentos atuais, engatilhando a caneta giratória no objetivo de enquadrar os imigrantes ilegais com passado criminal e empregadores que dão trabalho a indocumentados. 

O presidente está fazendo inúmeros acertos para mudar os regulamentos nas leis e em algumas áreas similares, desenhadas para mudar prioridades e aumentar a confiança em seu governo, na medida em que estabelece o eixo de trabalho para uma possível lei imigratória.

A maioria das alterações estão sendo conduzidas pela Secretária Janet Napolitano, do Homeland Security (Segurança Territorial), que tem trabalhado com diversos legisladores no sentido de desenvolver uma estratégia para uma ampla reforma administrativa. Enquanto isso, ela está "tomando medidas para garantir sàbiamente a execução dos novos regulamentos", afirmou o portavoz da Casa Branca, Nick Shapiro. 

 

As mudanças mais recentes nas leis incluem:

* Novo comportamento dos agentes imigratórios no sentido de descobrirem os empregadores que dão trabalho a imigrantes ilegais, ao invés de prenderem empregados indocumentados.

* A exigência de que todos agentes das polícias locais verifiquem a situação imigratória e prendam criminosos para deportação, priorizando os que apresentem um risco para a segurança pública.

* A implementação de uma regra exigingo os contratantes a usarem o E-Verify, um programa de verificação de emprego online. 

* A expansão de um programa que usa bancos de dados do governo (durante o processo de registro) para localizar os imigrantes ilegais em prisões do país.
           

O próximo passo de Ms Napolitano é organizar a detenção de ilegais

Oficiais de imigração afirmaram que especialistas estão vasculhando todas as prisões, tanto as federais quando as particulares, para verificar se estão todas dentro do padrão de segurança, eficiência e operando de acordo com o padrão. O ICE, que administra os centros de detenção, tem sido severamente criticado por ter providenciado cuidados médicos inadequados e por violar os processos de estadia dos detentos nas prisões.

Os defensores das leis de imigração elogiaram Obama por defender os direitos humanos e que agora é possível que ele realmente trabalhe numa legislação coerente para a reforma imigratória. O presidente tem afirmado repetidamente que está apostando num projeto que inclua o caminho para a legalização dos imigrantes indocumentados dos EUA.

O departamento de Segurança Territorial está se distanciando do sistema da administração Bush, que aparecia sempre em manchetes dos jornais quando enviava tropas do ICE e prendia e "arrastava" centenas de imigrantes ilegais de uma só vez. Pelo contrário, agora os empregadores suspeitos de empregarem ilegais estão recebendo notificações avisando que serão auditoriados em breve.

Estamos vendo um contraste entre quantidade e qualidade, o que mostra que a era Bush só desejava contar números de imigrantes que deportava, o que não resolveu o problema. Porém, os críticos de plantão dizem que os oficiais da Segurança estão enfraquecendo as leis de imigração, deixando uma brecha para que imigrantes ilegais vivam e trabalhem nos EUA.

 

Mesmo assim, trabalhadores ilegais têm sido dispensados

Muitos estão perdendo seus empregos porque as auditorias e o tal do E-Verify têm feito com que os empregadores mandem embora os empregados, o que os tem deixado em situação difícil. A Overhill Farms, uma fábrica de Los Angeles, que processa alimentos, dispensou 260 trabalhadores em Maio, depois que uma auditoria do IRS descobriu que a empresa fornecia inválidos e fraudulentos números de Social Security.

Fonte: (Tradução - Phydias Barbosa)