Publicado em 6/08/2009 as 12:00am

"Os imigrantes merecem a legalização" afirma ativista norte-americano

O cientista político com mestrado pela Harvard University, em Massachusetts, Tim Rush, afirma que imigrantes 'contribuem mais do que recebem, portanto merecem a anistia'

 

Por Marcelo Zicker

 

 

O cientista político Tim Rush, entusiasta das teorias políticas e econômicas de Franklin Roosevelt e Abraham Lincoln, afirma que a extensa comunidade imigrante dos EUA merece uma anistia geral, que contemple todos aqueles que veem contribuindo de forma direta ou indireta com o pagamento de imposto e com a manutenção da ordem. Para ele, contudo, a resolução da economia deve ser tratado como prioridade máxima, antes de qualquer determinação sobre as leis de imigração.

 

Com mais de  34 anos dedicados ao estudo da política e da economia mundial, o cientista político Tim Rush, 60, demonstra certa preocupação com o andamento da economia mundial, em específico àquela praticada por Barack Obama frente à maior nação do mundo.  O Presidente Obama está errando. As decisões econômicas até agora não tem obtido o resultado que se precisa. A sua equipe econômica manteve alguns nomes da era Bush, como Timothy F. Geithner, secretário do Tesouro Americano. As medidas de apoio às companhias automobilísticas não tem evitado o fechamento de fábricas, criando o desemprego a milhares de imigrantes.  As previsões são de que a economia possa entrar em colapso novamente, logo após o fim do ano fiscal, em final de setembro, começo de outubro. O governo deve focar em evitar essa nova ‘Era das Trevas’” alerta o ativista, que é Mestre em Sociologia 

pela Harvard University. “ Medidas na área na área da Saúde já demonstraram que a cobertura gratuita vai ser diminuída. Os imigrantes, mesmo legais,  vão ser os primeiros a sofrer com tais mudanças de contenção de gastos. O governo Obama tem falhado mais uma vez nessas políticas” continua.

 

Com relação a possibilidade de uma reforma imigratória sair ainda esse ano, ele demonstra dúvida. “ O problema da economia é tão grave e urgente, que acho difícil existir esforços atuais em botar em prática a reforma para esse ano. Claro que ela está em pauta, e está sendo estudada, mas não podemos pensar em regularizar milhões de imigrantes em tempos de desemprego crescente. O país tem que voltar a crescer para que os imigrantes sejam , e torço para isso, legalizados” opina. “

 

Para Tim, a reforma imigratória deve beneficiar a todos aqueles que estão contribuindo para o país , independente se vieram com visto ou ilegalmente pelas fronteiras do país. “ Todos devem ser legalizados. O imigrante constitui, muitas vezes, uma parcela da sociedade que contribui mais do que usufrui do sistema em vigência. Por medo de serem identificados, eles abdicam de utilizar serviços gratuitos de habitação, saúde, assistência social em geral. E por outro lado, continuam consumindo, recebendo em cheque, alimentando a economia, direta e indiretamente” afirma. Em expectativa, os imigrantes devem permanecer confiantes e agindo de acordo com a lei, alerta o cientista político. “ A comunidade brasileira deve manter a esperança, porque mesmo que não aconteça ainda esse ano, ela deve acontecer assim que a economia voltar a crescer. Os americanos precisam dos imigrantes como mão-de-obra e esse é um assunto que muito interessa a essa nação”.

 

Fonte: (ABTN - Agência Brazilian Times de Notícias)