Publicado em 24/08/2009 as 12:00am

Grupo Mulher Brasileira é contra boicote ao Censo

O Grupo Mulher Brasileira vem de público manifestar seu apoio ao Censo 2010 e pedir à população brasileira que vive na região de Massachusetts

 

O Grupo Mulher Brasileira vem de público manifestar seu apoio ao Censo 2010 e pedir à população brasileira que vive na região de Massachusetts que responda ao questionário que começará a ser enviado pelo Correio para os domicílios em março do ano que vem. As informações contidas no formulário são mantidas confidenciais e não são partilhadas com nenhum outro órgão governamental. “Nós temos uma parceria com o Censo para ativamente divulgar e incentivar os brasileiros a preencherem e retornarem o questionário,” disse Heloisa Maria Galvão, diretora-executiva do GMB. “O Grupo Mulher Brasileira”, acrescentou, “jamais faria parceria com uma agência do governo se tivesse qualquer suspeita de que as informações recolhidas poderiam ser usadas contra a comunidade”.

“Responder ao censo significa recurso e dinheiro para a nossa comunidade”, acrescentou Heloisa, reforçando que a visibilidade e identidade da “nossa comunidade tem sido comprometida nos últimos meses com as notícias de retorno em massa da nossa população ao Brasil. Nós sabemos que muitas pessoas estão voltando mas sabemos também que muitas outras estão aqui e precisam de acesso a empregos, educação, saúde e assistência legal, principalmente. A crise econômica e a onda anti-imigrante que domina este país tem provado cortes de recursos e programas fundamentais para a população imigrante. Não responder ao Censo”, alertou a diretora do Grupo, “significa negar a nossa comunidade recursos financeiros essenciais para a nossa sobrevivência”.

Heloisa anunciou ainda que o Grupo está trabalhando em parceria com muitas outras organizações e lideranças comunitárias, sob a liderança da MAPS – Massachusetts Alliance of Portuguese Speakers – para esclarecer a comunidade de expressão portuguesa como responder ao Censo. “No momento é importante que a comunidade entenda que a distribuição de recursos do governo federal para asistência de saúde – proporcionando intérpretes nos hospitais, por exemplo – ou para a educação, com oferecimento de programas depois da aula e outros é feita com base nos números coletados pelo Censo.

Outro fator importantissimo é a representação política, disse. Massachusetts tem perdido habitantes descendo de 4° para 9° estado mais populoso do pais. “Se perdemos densidade demográfica - o número de habitantes por metro quadrado - perdemos representação política na Câmara Federal e, conseguentemente, perdemos no montante de verbas destinadas a cada estado”.

O Grupo Mulher Brasileira tem suas portas abertas para responder quaisquer perguntas que a comunidade tiver sobre o Censo e suas implicações políticas. Vamos trabalhar intensamente para esclarecer os brasileiros sobre a importância de sermos contadas como brasileiras. Apesar de não concordamos com a forma como o Censo permite aos brasileiros se identificarem, consideramos mais importante sermos contadas do que boicotar o questionário”, finalizou Heloisa.

 

 


Fonte: (Grupo Mulher Brasileira)