Publicado em 26/08/2009 as 12:00am

Evangélicos brasileiros proliferam em Martha´s Vineyard

Alguns pastores atuam ajudando brasileiros com problemas envolvendo a polícia local

Está cada vez maior o número de brasileiros que se tornam adeptos do cristianismo e, conquentemente, as igrejas evangélicas possuem o título das que mais crescem no mundo. Na ilha de Martha´s Vineyard, em Massachusetts, este crescimento é bastante visível, principalmente na comunidade brasileira.

O pastor Paulo Tenório, que está na ilha há seus anos e comanda uma igreja que faz jus ao nome – igreja que cresce – foi a primeira evangélica na ragião a ter sede própria, situada na cidade de Vineyard Haven (a ilha tem seis cidades). “Acabamos de inaugurar uma segunda filial na cidade de Falmouth, também em Martha´s Vineyard”, fala o pastor salientando que já tem autorização da administração local para expandir a sede principal.

Atualmente as duas igrejas contam com 270 fiéis, mas as estimativas são de que exiatam cerca de 800 brasileiros espalhados pelas oito igrejas evangélicas na ilha.

Para atrair mais fiéis, o pastor investe em atividades diferenciadas. “No próximo sábado, a atração a ex-paquita Andreia Sorvetão fará uma apresentação”. Fala explicando que ela, agora, é sucesso entre os cantores gospel no Brasil. “Será uma espécie de culto dedicado às crianças”, continua.

Para o mês de dezembro é aguardada a apresentadora Mara Maravilha e outras celebridades no universo evangélico. “Mas a nossa intenção é ampliar as fronteiras para além da comunidade brasileira. Nós temos um programa em inglês na TV local toda terça e quinta-feira e pretendemos realizar, também um culto em inglês aos domingos”, acrescenta.

Entre as explicações dadas pelo pastor em relação a estes cultos, está o fato de que os filhos de brasileiros, apesar de aprenderem, em casa o idioma português, “a primeira língua sempre será o inglês”.

O pastor Valci Carvalho, que está há oito anos na ilha, também tem planos semelhantes ao de Paulo. Comandando uma igreja com 70 fiéis (quase todos são brasileiros, ele é considerado uma das mais destacadas lideranças na comunidade brasileira. Grande parte disso se deve ao trabalho que desenvolve junto às autoridades locais. Em 2008, Carvalho estava entre os oito integrantes que fizeram parte da Academia de Polícia Cidadã, promovida pelo Departamento de Polícia de Oak Bluffs. Neste programas pessoas civis aprendem técnicas utilizadas por policiais.

Este contato do pastor com as autoridades serve para que ele possa intermediar em casos envolvendo brasileiros. “Tenho este prestígio por causa deste trabalho. Quando você se coloca à disposição da sociedade, as pessoas procuram a sua ajuda”, afirmou.

Fonte: (Da redação)