Publicado em 8/10/2009 as 12:00am

Prejudicados pela Manaim se reuném em Framingham / MA

Às 6pm dessa sexta ? feira (09), cerca de 200 clientes prejudicados pela Manaim Express Moving se reunirão com autoridades em Framingham ? MA para denunciar descaso da empresa

 

Após meses de espera, clientes da Manaim Express Moving se reuném com autoridades nessa sexta – feira ( 09) em Framingham – MA.  Aproximadamente 200 clientes da empresa já confirmaram presença às 6pm no número 121, Corcord Street e prometem ir mais além na busca pela entrega de suas caixas no Brasil.

 

O radialista do programa Conexão Brasil da rádio WSRO 650 AM, Ilton Lisboa, estará presente e afirma que o encontro vai reunir os brasileiros com autoridades que podem levar as reclamações ao âmbito da justiça norte-americana, um caminho que aponta ser o mais eficiente na resolução do impasse. “ Centenas de clientes estarão presentes e poderão ter a oportunidade de fazer uma denúncia formal, que será levada por autoridades em mãos à Procuradoria-Geral do Estado” revela Ilton, confirmando que representantes das polícias de Framingham e Marlboro serão presença garantida no encontro. “ Eu tive reuniões com policiais dessas cidades  e que demonstraram muito interesse em ajudar os brasileiros. Toda chance dos responsáveis pela Manaim de se justificarem já foi dada.Chegou a hora dos consumidores acionarem a justiça” completa o radialista.

 

Alguns dos brasileiros prejudicados pela empresa já demonstram otimismo com a iniciativa. “ A esperança é a última que morre e qualquer coisa que fizermos para mostrar nossa insatisfação já ajuda. Espero que dessa vez ‘dê em alguma coisa’. Estou cansada de ligar e não ser atendida, estamos sendo tratados com muito descaso!” afirma a valadarense Simone de Castro, que enviou 5 caixas pela empresa.

 

Um dos que foram mais lesados pela Manaim Express Moving, Rui Schmidt  enviou 14 caixas pela empresa e diz estar disposto a tudo para reaver seus pertences. “ Calculo em aproximadamente $15 mil dólares de prejuízo em toda a minha mudança para o Brasil. Não estava mandando nada proibido, somente me mudando para o meu país” relata. Ele afirma que até agora não procurou a polícia nem autoridades para denunciar o caso, pois até agora quis uma resolução amigável. “ Mandei emails e tentei entrar em acordo com eles, pois são pertences de um valor que vai além do dinheiro. Até acho importante que se os responsáveis pela empresa quiserem comparecer munidos de advogados, é imporante que eles o façam. Queremos escutar as propostas que eles tem a nos oferecer e é importante manter o diálogo” afirma Rui.  

 

Ilton ainda reforça a importância dos prejudicados em comparecerem a reunião. “Queremos que mais e mais brasileiros se manifestem e entrem nessa iniciativa, pois coletivamente podemos conseguir resolver esse problema, que envolve centenas de brasileiros. Compareçam! Reclamem! Vamos lutar para que as pessoas tenham suas caixas de volta ou entregues no Brasil!” conclama Ilton Lisboa, completando que o local cedido para a reunião é de propriedade do empresário Pablo Maia, que forneceu o estabelecimento em solidariedade aos prejudicados.

Fonte: (ABTN - Agência Brazilian Times de Notícias)