Publicado em 26/10/2009 as 12:00am

Pai é acusado de molestar filho em Cape Cod / MA

A criança, de apenas 5 anos, é fruto do casamento de James Nyman com a brasileira Celina Nyman. Em entrevista, a mãe afirma que 'está chocada' com a atitude do marido

 

A comunidade brasileira de Cape Cod está aterrorizada com um caso de abuso envolvendo pai e filho, no qual um homem é acusado de molestar o próprio filho na cidade de Sandwich – MA. Em comparecimento à Côrte de Barnstable na quinta – feira (22) , James Nyman negou todas as acusações, afirmando que elas ‘não fazem sentido’.

 O filho, que é fruto do casamento do americano com a brasileira Celina Nyman, estaria sendo abusado há meses, até a mãe perceber as ‘tendências sexuais pertubadoras’ de James, de 50 anos. Ele foi citado a comparecer à Côrte em acusações de atentado violento ao pudor à uma criança menor de 14 anos.

Na saída da Barnstable District Court, o americano afirmou que o fato seria uma teoria ‘nonsense’ e que tudo não passava de uma estratégia de sua mulher para assegurar a custodia da criança. Segundo a advogada de defesa, Colleen Carroll, o longo processo de custodia da criança estaria desencadeando falsas acusações e difamações por parte da esposa do americano. “ Há muitas afirmações, porém nenhuma tem nada substancialmente verdadeira” afirmou Carroll ao jornal Cape Cod Times.

Durante o encontro na Côrte, James permaneceu calmo e silencioso ao escutar as alegações da Assistant District Attorney, Michelle Groff. “ Ela afirmou que 4 denúncias de casos de abuso sexual foram reportadas recentemente à Secretaria Estadual de Crianças e Famílias (antigo Departamento de Serviços Sociais) do local. Várias classes de profissionais, como médicos, professores e conselheiros são realizadas com o preenchimento do relatório 51A quando acreditam que uma criança está sendo abusada ou negligenciada. O Departamento de Crianças e Famílias conduziu sua própria investigação e determinou que havia "motivo legítimo" para acreditar em acusações de negligência e abuso sexual por Nyman.

Essa não é a primeira vez que o americano é acusado de molestar o próprio filho. Em 3 anos, mais de meia dúzia de denúncias de abuso sexual de menores tiveram o nome do menino citado como vítima. Segundo relatórios, a maioria das acusações foram arquivadas, mas as reincidências dão crédito à veracidade do crime.

Os detalhes das investigações procedidas pela Secretaria Estadual de Crianças e Famílias são confidenciais e não foram reveladas.

O desabafo de uma mãe

A mãe, a brasileira Celina Nyman, afirma estar passando por um dos momentos mais difíceis em sua vida. “ É muito triste descobrir que o pai do seu filho está abusando dele, tendo ‘fantasias sexuais’ com ele. Estou chocado com isso tudo e espero que ele pague por esse crime terrível” afirmou ela, em entrevista por telefone. Ela ainda afirma que durante o matrimônio, foi vítima de violência doméstica e ameaças por parte do marido em 2006. Quando Nyman foi preso durante a ocasião, a polícia fez uma busca em seu computador pessoal, onde foram encontradas imagens de mulheres sendo torturadas.

O caso foi arquivado após Celina se negar a testemunhar contra o marido. Ela afirma que temeu por retaliações à época do crime. “ Eu estava com muito medo e aterrorizada, eu não poderia testemunhar naquele momento” afirmou ela.

Segundo Celina, as constantes brigas nos tribunais e denúncias, não se relacionam com uma luta pela guarda da criança, mas sim pela segurança e integridade de seu filho. “ Muitas pessoas sabem do que estou passando e estão me apoiando nessa causa. Estou brigando pelo meu filho, pela paz e segurança dele. Ele é tudo pra mim” desabafa Celina.

A promotoria pediu ao juiz W. James O'Neill, que Nyman seja preso, com fiança estipulada em $7.500 e ainda seja privado de ter contato com seu filho. O juiz porém, optou por manter o americano solto e marcou um novo encontro no dia 8 de Dezembro.

Fonte: (ABTN - Agência Brazilian Times de Notícias)