Publicado em 30/10/2009 as 12:00am

Brasileiro é preso por tráfico de drogas em Cambridge/MA

Alvo de uma investigação para combater uma quadrilha de tráfico de drogas que atua nas imediações de Cambridge ? MA, o brasileiro foi pego com 230 pilúlas de Oxycontin, um forte analgésico, próximo a uma escola da cidade

 

O brasileiro Daniel Teixeira, de 21 anos , foi preso próximo a uma escola na Rufo Road em Cambridge – MA. Ele estava carregando aproximadamente 200 pílulas de Oxycontin, considerado um forte anestésico, e que pode causar dependência. Ele foi preso a partir de uma investigação realizada pela Setor de Investigações Especiais da polícia da cidade, que foi contatada por uma denúncia.

Desde o dia 16 de Outubro, membros da policia de Cambridge – MA, estavam trabalhando em uma investigação com atividades criminosas envolvendo tráfico de drogas na região. Os investigadores Thomas Ahearn e Sarah Drewicz estavam seguindo um carro de uma possível suspeito quando identificaram que havia algo de estranho. O carro , conduzido por Daniel, estaria dando várias voltas pelas redondezas e próximo ao Cambridge Hospital, os policiais ordenaram que ele parasse o veículo.

Durante a revista dos policiais, eles encontraram um pacote plástico no bolso da calça do brasileiro, que teria pílulas verdes, que a polícia logo associou ao Oxycontin. Daniel teve ordem de prisão decretada e foi levado a delegacia. Durante o interrogatório, os policiais identificaram que ele possuíam um segundo saco de pílulas no outro bolso da calça do brasileiro. Um total de 230 unidades da droga foram encontrados com Daniel, além de $215 e dois celulares, que foram confiscados.

Um cão farejador também foi utilizado para ajudar nas buscas no carro do brasileiro mas nada foi encontrado. Suspeita-se que Daniel faça parte de uma perigosa rede de tráfico que estaria atuando por toda a redondeza de Boston, e estaria vendendo as drogas para menores de idade e dependentes químicos. Como foi encontrado próximo a uma escola, o brasileiro, que reside em Somerville –MA,  poderá responder por ‘posse de narcóticos próximo a região escolar’, o que pode resultar num agravamento do seu caso.

A data da primeira Côrte ainda não foi marcada.

Fonte: (Da redação)