Publicado em 9/11/2009 as 12:00am

Milton Nascimento se apresenta em Boston - MA

A sua comovente interpretação e sua voz notável, fizeram de Milton Nascimento uma lenda internacional e um dos maiores cantores do Brasil.

 

A sua comovente interpretação e sua voz notável, fizeram de Milton Nascimento uma lenda internacional e um dos maiores cantores do Brasil.

Além de interpretar jazz e pop, seu som tem uma mistura harmoniosa de ritmos africanos, de melodias populares brasileiras, bossa nova e diversas correntes musicais de todo o mundo.

Milton nasceu no Rio de Janeiro, mas foi criado por pais adotivos na cidade de Três Pontes, no estado de Minas Gerais. Quando tinha dezenove anos, mudou-se para Belo Horizonte, a fim de iniciar sua vida profissional como músico. Ele teve seu primeiro sucesso, "Canção do Sal", gravado por Elis Regina, em 1966 e  passou a ser um dos compositores mais queridos do Brasil musical.

Milton é dotado de uma voz de tenor flexível, que pode facilmente derivar de um som barítono rico para um falsete sensual delicado. Ele foi destaque num popular programa de televisão e apresentou-se no Festival da Canção Internacional, em 1967.

A primeira gravação de Milton Nascimento, Travessia, foi lançada em 1967 pela Dubas Música / Universal Music. A música é considerada, até hoje, sua marca registrada. Porém, os dois álbuns que gravou com o CLUBE DA ESQUINA (EMI) em 1972, finalmente o levaram para o campo da música internacional.

Os dois volumes do Clube da Esquina estimularam três singles, incluindo  "Cais" e "Cravo e Canela". Os "singles" ainda estão sendo gravados e tornaram-se grandes sucessos no Brasil.

O ícone do jazz norte-americano, Wayne Shorter, mostrou o desejo de trabalhar com Milton e, juntos, fizeram várias gravações, como o Native Dancer (CBS, 1975) e Angelus (Warner, 1999), que lançou Milton Nascimento no mercado americano.

Ao longo dos anos, Milton compôs e gravou mais de trinta álbuns, abrangendo uma ampla gama de sons diferentes, incluindo pop, jazz, rock e mais uma variedade de canções folclóricas brasileiras e da América do Sul.

Nessa extensa discografia, incluem-se Coragem (A & M, 1969), Milton (EMI Odeon, 1970), A Brazilian Love Affair, com George Duke (CBS Records, 1980), Coração Americano (PolyGram, 1986), Amigo (Warner, 1996), Gil e Milton, em colaboração com um dos vencedores do Grammy, Gilberto Gil (Warner, 2000), Pietà (Warner, 2003), e seu mais recente álbum de estúdio, Novas Bossas, gravado com o Trio Jobim (EMI, 2008). Como um verdadeiro veterano do jazz e pop, Milton sempre se manteve desafiante: pela sua voz, pelo seu lirismo e pelo seu estilo pessoal.

Dentre suas inúmeras realizações, incluem-se indicações ao Grammy com Na Estrada Do Sol (Sony Music) de 1992, e pelo disco de estréia na Warner em 1995, Angelus. Ele também é o vencedor do concurso dos leitores da revista Down Beat em 1991 e foi aclamado pelos críticos internacionais da mesma revista em 1992. Em 1998, o seu álbum "Nascimento" (Warner, 1997) ganhou o Grammy de "Best Contemporary Music Album" do Ano e, em 2000, ele ganhou o Grammy de "Melhor Álbum Pop Contemporâneo", pela Crooner (Warner), no primeiro Latin Grammy Awards.

World Music / CRASHarts é financiado em parte pelo Massachusetts Cultural Council, uma instituição estadual, que recebe também o apoio da National Endowment for the Arts.

 

Local do evento: 136 Massachusetts Ave, em Boston

Igressos: $42, $37 e $30.

Para compra de ingressos e mais informações:

World Music CRASHarts (617)876-4275.

Os ingressos podem ser adquiridos, também, online no www.WorldMusic.org.

Fonte: (Da redação)