Publicado em 21/12/2009 as 12:00am

ONG's lançam candidatos a representantes dos Brasileiros

Os dois ativistas foram indicados durante um jantar realizado em Framingham, promovido pela CTIB

Por Luciano Sodré

 

Devido ao elevado número de brasileiros que vivem no exterior, o Ministério das Relações Exteriores, em parceria com alguns políticos da esfera federal brasileira, estão abrindo um leque para que as comunidades fora do Brasil possam ter o seu representante legal e, consequentemente, brigar pelos seus direitos.

Além da enorme população brasileira que vive fora do Brasil, também é primordial para que esta emenda seja incorporada na Constituição brasileira, as divisas provenientes deste grupo que somam hoje mais de 3 milhões em todo o mundo.

Segundo cálculos apresentados pelo deputado Manoel Junior (PMDB-P), autor do projeto que solicita a incorporação desta emenda, os brasileiros no exterior são responsáveis pelo envio de $ 7 Bilhões, todos os anos (cerca de R$ 13 milhões).

Baseados nestes dados, o deputado se calçou para apresentar ao plenário a PEC de número 436, acrescentando o parágrafo 3º ao artigo 45, que concede aos brasileiros no exterior o direito de escolher seus representantes.

Diante disso, as comunidades começaram a realizar reuniões e manter contatos, no sentido de escolher seus representantes para disputar as eleições. No sábado (19) a Central dos Trabalhadores Imigrantes Brasileiros-CTIB, nos Estados Unidos, em parceria com outras entidades, realizou um jantar para indicar os primeiros nomes que concorrerão à vaga de representantes dos brasileiros que vivem nos Estados Unidos.

Foram indicados os ativistas Sidney Pires e Jorge Costa e segundo Márcio Porto, eles ainda não são os representantes. “Para isso precisam passar pelas eleições e surgirão outros nomes para a disputa”, fala salientando que esta foi a melhor indicação encontrada pelos presentes no jantar.

Além de membros da CTIB, participaram do evento, representantes da BICA, ABRAI, COMITÊ PRÓ-CIDADANIA, NUCLÉO DO PT-USA, REDE DOS BRASILEIROS NA NOVA INGLATERRA E MOVIMENTO EDUCACIONISTA. Além das entidades, ativistas de outras agremiações participaram desta noite de confraternização e celebração. O local do evento ficou superlotado, mostrando o interesse pelo futuro dos brasileiros que estão fora do Brasil.

Os dois escolhidos (Sidney Pires e Jorge Costa) contam com o apoio de oito entidades e as eleições irão acontecer em maio de 2010, data em que serão eleitos quatro representantes e quatro suplentes ao cargo de Representantes da Comunidade Brasileira, junto ao Ministério das Relações Exteriores.

De início, quatro nomes foram indicados como pretensos candidatos. Sue O’ Brien da Rede de Brasileiros na Nova Inglaterra, Edirson Paiva do Comitê Pró-Cidadania e os ativistas Sidney Pires e Jorge Costa. Os dois primeiros preferiram retirar os nomes da indicação e creditar apoio aos outros dois.

Márcio salienta que outros nomes deverão surgir para disputar a vaga e que a comunidade “deverá saber escolher o melhor caminho para garantir um futuro de conquistas”.

Depois que os nomes de Edirson e Sue Obrien foram retirados, o presidente Márcio Porto iniciou o processo de votação que terminou empatado e de comum acordo, ficou acertado que ambos seriam os escolhidos para disputar a vaga.

Tanto Jorge Costa quanto Sidney Pires tem uma história de serviços prestados pela comunidade brasileira nos Estados Unidos. Mas sabem que a disputa será acirrada, porque outros nomes irão surgir e existem grandes ativistas que estão aptos ao cargo.

 

Fonte: (ABTN - Agência Brazilian Times de Notícias)