Publicado em 30/12/2009 as 12:00am

Brasileiros falam sobre o que esperam para o próximo ano

O ano de 2010 tem tudo para escrever um novo capítulo na história dos milhões de imigrantes indocumentados que residem nos EUA

 

Por Marcelo Zicker


O ano de 2010 tem tudo para escrever um novo capítulo na história dos milhões de imigrantes indocumentados que residem nos EUA. A surpreendente reestruturação da economia,  a apresentação de propostas amplas de reforma no setores de saúde e imigração e a escolha de um representante da comunidade brasileira junto ao Itamaraty e ao Ministério das Relações Exteriores do Brasil,  fazem das perspectivas para o próximo ano as mais otimistas possíveis. Assim caminham as previsões de alguns dos brasileiros que ajudam a escrever a história da comunidade em Massachusetts. 

 

Em 2010, eu espero ver a concretização dos nossos sonhos e anseios, que está representada numa  reforma imigratória que legalize os indocumentados e permita a eles viver com cidadania e dignidade no país,  possibilitando –os de visitar seus parentes no Brasil e retornar para os EUA.  Como candidato ao posto de representante da comunidade brasileira junto ao Itamaraty, pretendo atuar de forma a tirar a comunidade da inércia, advogando para que o governo brasileiro assista aos brasileiros que residem no exterior, pleiteando por melhores serviços  e participação dos imigrantes

Sidney Pires , ativista comunitário, natural de Governador Valadares  - MG e residente de Framingham – MA. Há 25 anos mora nos EUA

A CTIB vem discutindo e trabalhando em direção a um projeto político que possa representar os trabalhadores brasileiros. A discussão dessa cidadania vai ser muito boa para a comunidade, resgatando o respeito da comunidade brasileiro junto a sociedade americana e ao governo brasileiro. Além disso, o ano de 2010 pode ser o ano que irá tirar milhões de brasileiros da escuridão desse país, com a aprovação da reforma imigratória. O brasileiro é um povo capaz, versátil e trabalhador. Com o documento em mãos, ele estará em ‘pé de igualdade’ com o americano e saberá se sobressair no mercado

Márcio Porto, ativista comunitário, natural de Campina Grande - Paraíba, reside em Acton – MA. Há 9 anos mora nos EUA

 

A minha perspectiva para 2010 é que teremos um ano de muito sucesso na luta pela aprovação da reforma imigratória, sem que haja grandes alterações na sua proposta, que acredito ser perfeita. Em maio, a comunidade também terá o direito de escolher seu representante, registrando a sua voz junto ao governo brasileiro.Serei candidato e espero concretizar os sonhos do imigrante brasileiro. Que deus abençoe a todos nós, que nos dê saúde, sucesso e unidade para a família. 2010 promete!

Jorge Costa, ativista comunitário, natural de Goiabeira – MG e residente de Framingham – MA. Há 20 anos mora nos EUA.

 

Nós esperamos no próximo ano fazer o coro da comunidade para que a reforma imigratória seja aprovada , e que todos sejam beneficiados logo no inicio do ano. A CDL – USA continuará a atuar de forma que todos que fazem parte da nossa equipe continuem com a mesma garra  em ajudar e facilitar a vida dos brasileiros aqui nos EUA.

João Arruda, presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas – CDL/USA, natural de Timbaúba – PE e residente de Maynard – MA. Mora há 6 anos nos EUA

 

Vamos ter grandes mudanças, principalmente com a relação entre a comunidade e o consulado. Por uma série de motivos, e um deles será  a eleição dos representantes da comunidade junto ao Itamaraty, que irá tentar otimizar essa relação, e criar uma ponte entre a autoridade consular e o brasileiro que reside aqui. Ano que vem também será o ano de eleições presidenciais no Brasil, e isso vai mexer também com os brasileiros que residem no exterior. 2010 será um ano de muitas expectativas positivas para a nossa comunidade.

Cláudia Tamsky, ativista comunitária, natural de Manaus – AM e residente de Milford – MA. Mora há 8 anos nos EUA

A prioridade para 2010 será  a aprovação da reforma imigratória, em algum momento ela será aprovada e acredito nisso. Do ponto de vista econômico,  também existe otimismo, pois a crise já chegou ao ponto máximo e daqui para  frente começa a recuperação, a previsão é que haja crescimento. São dois tópicos que interessam muito ao brasileiro que vive aqui, e que estarão muito em voga ao longo do próximo ano

Álvaro Lima, Diretor de Pesquisas da Prefeitura de Boston- MA, natural de São Luiz – MA e residente de Jamaica Plan – MA. Mora há 23 anos nos EUA

Como educadora, espero que as pessoas procurem cada vez mais priorizar a educação em suas vidas. É preciso que elas se eduquem quanto às leis , à saúde, à língua portuguesa. Os brasileiros devem preservar a língua portuguesa e a nossa cultura para seus filhos, deixando essa herança para eles. Em 2010, devemos tratar a educação como caminho para nos tornar uma ajuda a esse país

Arlete Falkowski, educadora, natural de Porto Alegre – RS e residente de Worcester – MA. Mora há 10 anos nos EUA

 

Sou apenas mais uma brasileira a espera de uma reforma imigratória inteligente  e que injete as verbas levantadas na economia de forma a melhorar a situação do pais de um modo geral. Tenho medo, porém, de não ver tal a tal reforma ser aprovada, uma vez que os Estados Unidos parece ainda priorizar a guerra deixando os “conflitos” internos para depois.

 

Kelly Campos, estudante, natural de  Imbituba - SC e residente de Revere – MA. Mora há 21 ano e meio nos EUA

 

Estou otimista para o ano que está chegando , e muito feliz com a confiança que a nossa polícia conquistou e vem conquistando com relação a comunidade brasileira que reside em Framingham – MA. Consideramos a comunidade brasileira muito ativa e importante para o desenvolvimento da nossa cidade e estamos satisfeitos com os trabalhos que temos desenvolvido juntos. Nesse ano, 2 brasileiros se tornaram policiais do nosso departamento e esperamos que em 2010 a relação entre a polícia e os brasileiros seja ainda mais saudável e amigável

Paul Shastany, comandante de Serviços Administrativos da Polícia de Framingham - MA

Será  o ano da transformação para os imigrantes. Saindo os ‘ papéis’ para os indocumentados , os negócios , a economia, tudo vai melhorar. E eu creio que se não derem o papel em 2010, o país vai ficar com menos alguns milhões de imigrantes, que vão embora. Eu sou um dos que se não conseguir o ’papel’, irei embora. E vocês só verão a ‘ Tô Di Boa’ fazendo festa em Valadares em 2011. Brincadeiras à parte,  estou esperançoso de que a reforma sairá no ano que vem

Wallace ‘ Negão’, produtor de eventos, natural de Governador Valadares – MG e residente de Somerville –MA. Mora há  4 anos nos EUA

Esse vai ser um ano muito melhor que 2009, principalmente para os brasileiros que estão aqui para trabalhar, pois  muitas oportunidades virão. Com a melhora da economia, acho que agora é a melhor hora para haver uma reforma imigratória que legalize os milhões de imigrantes. Já estou vendo reflexos nos meus negócios, tudo parecer caminhar para ficar mais próspero e rentável. As previsões são bem positivas para 2010

Valter Vitorino, empresário, natural de Conselheiro Pena – MG e residente de Somerville- MA . Mora há 43 anos nos EUA

Ao contrário do que muitos possam pensar, ninguém quer mais a ‘paz’  do que um militar. Por isso, quero desejar um 2010 de muita paz e alegria para os brasileiros que residem nos EUA e que eles possam ser beneficiados com uma reforma imigratória que leve em consideração questões que tragam benefícios para esse país, que venham para somar. Desejo que o imigrante brasileiro pense mais em progredir, estude e busque atingir uma melhor colocação na sociedade americana. A legalização pode propiciar um leque de oportunidades que não podem ser desperdiçadas.

Odilon Rodrigues, Sargento da Guarda Nacional Norte-Americana, natural de João Pessoa  - PR e residente de Billerica – MA. Mora há 10 anos nos EUA  

Eu espero em primeiro lugar, que haja melhora na economia, com a bênção de deus. É muito importante para poder credenciar a aprovação de uma reforma imigratória, que vai ser algo que vai ajudar todos os imigrantes e que queremos que aconteça o mais rápido possível.

Gilmar Pinto, empresário, natural de Marilac –MG e residente de Lexington – MA. Mora há 29 anos nos EUA.

 

O ano de 2010 vai ser muito importante para os brasileiros, principalmente em razão da proposta do governo americano de efetuar uma reforma ampla de imigração. Na questão do futebol, também  acredito que será um ano vitorioso para o Brasil, pois a Copa do Mundo da África do Sul já tem o país como favorito absoluto ao título. O Brasil não é um país de segundo lugar, ele vai conquistar essa taça sem dúvida alguma. Em 2010 , espero que mais  brasileiros prestigiem o futebol do Revolution, comparecendo às partidas e aproximando a comunidade do futebol profissional praticado em Massachusetts   

Craig  Tornberg,  diretor-geral do time de futebol New England Revolution

Fonte: (ABTN - Agência Brazilian Times de Notícias)