Publicado em 20/01/2010 as 12:00am

Encontro em MA reúne familiares de vítimas de Alcoolismo

As reuniões são baseadas nas premissas do Al-Anon, que presta auxílio à familiares e amigos de vítimas de alcoolismo

 

Um problema crescente e preocupante, o Alcoolismo é uma das doenças mais comuns ao imigrante brasileiro que reside nos EUA. A saudade do Brasil, a inadaptação à rotina do país, e os conflitos culturais e sociais, levam muitos dos trabalhadores a achar na bebida a válvula de escape para a ‘vida na américa’.

Um grupo de brasileiros está promovendo o lançamento de um grupo de apoio à familiares e amigos de vítimas de alcoolismo, que todos os domingos se reúnem na Igreja Santo Antônio, em Cambridge. “ O grupo é baseado nas premissas do Al-Anon, que é um programa de Doze Passos para familiares e amigos de alcoólicos. Seus membros compartilham suas experiências e buscam forças e esperança na tentativa de resolver seus problemas comuns. Eles acreditam que o alcoolismo é uma doença familiar e que mudanças de atitudes podem colaborar com a recuperação” afirma Maria Lopes, que está divulgando as ações do grupo. “ O familiar de um alcoólatra também se torna um doente, e ele deve também se preocupar em lidar de forma harmoniosa e lúcida com o problema. Por isso as reuniões são destinadas aos familiares e amigos das vítimas” completa , afirmando que o grupo não atua como o AA ( Alcoólatras Anônimos), pois é exclusivamente dedicado ‘ às pessoas que convivem com o doente, que também precisam de tratamento’.

O projeto de realizar reuniões da Al-Anon Renascer em português e para brasileiros, surgiu após Maria receber um conselho do Padre João, da igreja situada em Cambridge. “ Por eu também ter convivido com o problema na minha família, ele me aconselhou tentar organizar as reuniões para em português. Comecei a ler sobre a AA, sobre a Al-Anon, e comparecer a reuniões de ambos. Percebi que aqueles familiares, que conviviam com um grande problema em suas vidas, demonstravam uma alegria e um entusiasmo em viver incomum. Eu não entendia como eles conseguiam lidar com isso, com essa serenidade. Quando eu me informei acerca dos 12 passos, das tradições, da espiritualidade envolvida nessas. Fui aprofundando nas minhas concepções e aprendi que a gente não é culpado pelo problema do nosso familiar. É pensando assim, que as pessoas reconhecem que precisam de tratamento e aprendem a reconquistar a felicidade” explica.

Segundo a paranaense, é importante ressaltar que os encontros garantem a confidencialidade e o anonimato para seus participantes. “ As pessoas tem a oportunidade de relatar as suas experiências com as vítimas e falar sobre a relação de lidar com o problema. Mas elas tem a sua identidade preservada, podem ficar tranqüilas com relação a isso” salienta.

Os encontros acontecem todos os domingos, de 3pm às 4 e 45pm, na Igreja Santo Antônio, situada no número 400 da Cardinal Medeiros Ave, Cambridge – MA. Para mais informações, contatar Maria Lopes, no número (781) 475 – 6243. Para mais informações sobre o Al-Anon, o site www.al-anon.org.br contém informações detalhadas sobre o programa.

Entenda o programa de 12 passos

O programa de Doze Passos é um programa criado nos Estados Unidos em 1935 por William Griffith e Doutor "Bob" Smith, inicialmente para o tratamento de alcoolismo e mais tarde estendido para praticamente todos os tipos de dependência química. É a estratégia central da grande maioria dos grupos de auto-ajuda para o tratamento de dependências químicas ou compulsões, como os Alcoólicos Anônimos e Al-Anon/Alateen e Narcóticos Anônimos. Os grupos reúnem-se regularmente para discutir seus problemas, compartilhar suas vitórias e apoio mútuo.

Fonte: (Da redação)