Publicado em 22/01/2010 as 12:00am

Brasileiros comentam sobre a eleição do Senador Scott Brown

A eleição do republicano Scott Brown para a vaga no Senado Federal deixou as comunidades imigrantes de orelha em pé. Isso porque ele assumiu de público que é contrário a presença dos imigrantes ilegais nos Estados Unidos

   

Por Claudia Carmo


A eleição do republicano Scott Brown para a vaga no Senado Federal deixou as comunidades imigrantes de orelha em pé. Isso porque ele assumiu de público que é contrário a presença dos imigrantes ilegais nos Estados Unidos. Apesar de ser apenas um voto, essa perca significa muito para a administração de Obama e para os projetos dos democratas, inclusive a reforma imigratória.

Isso porque com um republicano ganhando a vaga, os democratas não têm mais os 60 votos necessários para aprovar seus projetos. O jornal Brazilian Times entrevistou algumas pessoas para saber a opinião de cada um em relação à eleição de Scott Brown e o que isso significa para o futuro dos imigrantes.

 

Anderson Pereira, de São Paulo, promoter Elite Belo

Infelizmente não foi o que a maioria dos imigrantes espera, principalmente por morarmos em um estado que durante décadas reinaram os “Kennedys”, mais como política sempre decepciona aqueles, que sonham em ganha algo pelo o candidato eleito, frustrou um pouco mais os sonhos de muitos em relação às leis imigratórias!
Creio que  o Scott Brown não influenciara muito sobre as medidas  imigratórias, ele sabe melhor do que todos que pra ele seria interessante tomar medidas a favor dos imigrantes por ter conhecimento das necessidades e da quantidade de imigrantes no estado, não por gostar, mais sim por estratégia política.

 

Sidney Pires, de Governador Valadares, Ativista 

Acredito que  tudo fica um pouco mais difícil, se ele juntar a cúpula conservadora radical. Durante a campanha ele se intitulou como Republicano independente  e se não for demagogia para ganhar os votos dos eleitores independentes, ele não será uma pedra no sapato do Presidente. Porem a luta continua a mesma Câmara precisamos de 218  votos da do total 279 ou seja são 50% + 1.   No Senado a luta continua pelos 60 votos  60% do total  da casa,  Scott Brown eleva o número dos Republicano para 41 Senadores.   

Agora precisamos organizar conferências urgentes e pressionar os Senadores Democratas e, claro, não deixar de fora alguns Republicanos.  Ou seja, os Democratas sofreram a falta;  para fazer o gol  precisa bater com perfeição se vai ser fácil ou difícil  vai depender de quantos homens os Republicanos vão colocar na barreira.

 

Christina Karen Carvalho, de Maceió-AL, estudante

 Eu acredito que o governo Obama perdeu força com a vitória do candidato republicano, o que dificultara na aprovação da Reforma Imigratória nostermos apresentados pelo governo, a vitória de Scott Brown pode ter prejudicado e muito o sonho de legalização de muitos imigrantes.

 

Carlos A. F. Da Silva, natural de Nacip Raydan-MG, Diretor Executivo da ONG Assistência Total Brasileira

“Temos que parabenizar o Senador-eleito Scott Brown por ter efetuado uma campanha limpa e sem mancha. Ele foi eleito pelo povo para representar o povo. Eu não votei nele, mas não quer dizer que não irei votar nele em 2012. A campanha de reeleição dos políticos começa a partir do momento que se encerra a campanha anterior. Tudo falado e prometido durante uma campanha tem que ser cumprido naquele mandato do vitorioso. Daí então como um ativista comunitário e político olhando o bem estar de nossa comunidade imigrante bem como os interesses de nossos irmãos e vizinhos americanos, vamos torcer para que Scott Brown não se esqueça das promessas e também do apoio a projetos que beneficiará toda nossa sociedade. Projetos tais como: mudança no clima do meio ambiente, reforma no sistema de saúde, imigração, moradia, segurança pública entre outros; caso o contrário, não será reeleito em 2012.”

“Acho que o Sen. Scott Brown forçará debates imparciais no Congresso. Sendo ele um protegido do Senador McCain ex-governador Mitt Romney, irá aderir à idéia de que para que tenhamos uma sociedade justa, é preciso buscar formas de apoio geral para as reformas na área da mudança do meio ambiente, que está afetando o futuro do universo; reforma no sistema de saúde, que esta afetando 30 milhões de americanos e reforma imigratória, que está afetando 12 milhões de seres humanos residentes em territórios americanos.”

 


Anne Luz, de Florianópolis, Terapeuta Naturologa

"A união faz a forca"! E isso vale para todos: imigrantes ou não. Acredito e desejo uma reforma imigratória justa e a contento de muitos.

Não sou a favor de partidos. Sou a favor de pessoas. Acredito no ser humano e no seu potencial de retomada de consciência, de ponderação. Podendo assim, estar sempre em movimento e em constante mudança de idéias, atitudes, valores e paradigmas. Prefiro juntar-me ao lado que pensa positivo com relação à reforma imigratória. Ela é necessária e socialmente justa. Acredito na boa recepção deste país.

 

Jorge Costa, Ativista

A vitória do Senador Scott Browm, vai trazer uma dificuldade  nas aprovações de matérias no senado, visto que com sua vitoria  os Republicanos passaram a ter maioria no senado, com relação a reforma imigratória.Sem dúvida nenhuma, vai sim prejudicar.

 

Jandir Silva, de São Paulo, trabalha em restaurante

Eu acho que ele não irá prejudicar a aprovação da Lei de Imigração. Acredito que nós imigrantes que temos que nos unir mais, fazer abaixo assinados e mandar para o governo. Temos que seguir o exemplo dos hispânicos, que são unidos e lutam por seus objetivos.

 

Fernanda Ruggiero, de São Paulo, Housecleaner

Acredito que o Senador Scott Browm não vai ajudar e nem atrapalhar na aprovação da Lei de Imigração. Creio que ele terá uma posição neutra até mesmo por uma questão política.

 

Claudia Uccelli,  de Três Lagoas- MS,Estudante de Psicologia

Eu acredito que com a vitória de Scott Brown o partido republicano ficou mais forte, o que prejudicara a aprovação de uma Reforma Imigratória ampla, uma vez que a partir de agora os Republicanos possuem poder de veto no Senado Americano. Mas continuo confiante na aprovação de uma reforma imigratória, talvez não tão ampla como deveria ser.

 

 

Marcio Porto, natural de Campina Grande - Paraíba, Presidente da CTIB

Como Presidente da CTIB, eu não poderia ter outra opinião, foi um retrocesso, que prejudica o Projeto atual de uma profunda reforma na lei de imigração dos Estados Unidos. O Partido Democrata levou um duro golpe, principalmente vindo do Estado de Massachusetts, que tradicionalmente é um Estado com histórico de voto Democrata. No entanto, isso não diminui a culpa, do Presidente Obama em relação à reforma na lei de imigração dos Estados Unidos. Os democratas tiveram por um ano o controle das casas ( O Senado e o Congresso ), e o que se viu, foi o descumprimento de uma promessa de Campanha do Presidente Obama, que iria fazer a reforma no primeiro ano de Governo. Em minha opinião, o que falta é vontade política, veja bem, não da mais para enganar a comunidade Latina: primeiro foi o Governador Deval Patrick, com a promessa da carteira de motorista, segundo foi à promessa de Obama, que faria a reforma de imigração no primeiro ano de Governo. Não se governa com promessas descumpridas. O Presidente Obama tem em suas mãos o poder de dar o status Provisório aos 12 milhões de imigrantes, assim como o fez com o povo Salvadorenho e agora com os haitianos.

Fonte: (Da redação)