Publicado em 5/03/2010 as 12:00am

Cônsul de MA responde ataques contra consulado ao BT

O Embaixador Mário Saade, se reuniu na última terça-feira, 02, na sede do Consulado Geral do Brasil em Massachusetts, para falar sobre a reunião que aconteceu em New York, nos dias 25 e 26 de Fevereiro, onde os cônsules brasileiros e o Embaixador Oto Maia

 

Por Claudia Carmo

 

O Embaixador Mário Saade, se reuniu na última terça-feira, 02, na sede do Consulado Geral do Brasil em Massachusetts, para falar sobre a reunião que aconteceu em New York, nos dias 25 e 26 de Fevereiro, onde os cônsules brasileiros e o Embaixador Oto Maia, trataram de diversos assuntos relacionados à comunidade brasileira no exterior, como funcionamento dos consulados, planos do Itamaraty para o futuro e  as eleições para Representante da Comunidade Brasileira.

O Embaixador esclareceu algumas informações adicionais, que vem sendo publicadas nos sites oficiais sobre os eventos relacionados à nossa comunidade no exterior. Segundo o Cônsul, na reunião em New York, foi discutida uma pauta abrangente, onde vários assuntos entraram em pauta, entre eles sobre Conferência de Brasileiros no Mundo e as eleições para o comitê de representantes. “No momento, a minuta de decreto institucionalizando a Conferência em bases anuais e criando formalmente o conselho está pronta e já foi aprovada em todas as instâncias no Itamaraty, inclusive pela consultoria jurídica. Agora ela foi encaminhada à Casa Civil, onde se iniciará o processo de consulta pública, como ficou acordado na reunião de Outubro de 2009, no Rio de Janeiro”, explica.

Na atual versão, a minuta de decreto prevê e define a composição do conselho, que é o número de componentes, ou seja, 16 representantes, divididos em quatro por região. Na América do Norte serão quatro, sendo três para os EUA e um para o México e o Canadá.

O Cônsul adiantou ainda que os eleitos não serão remunerados e terão atribuições consultivas, ou seja, “este será um interlocutor entre a comunidade e o Governo brasileiro e irá ajudar o Itamaraty na preparação das pautas para as conferências”.  

O Itamaraty somente custeará as despesas de locomoção e diárias, quando os conselheiros forem convocados para reuniões no Brasil. É prevista a realização de, pelo menos, uma reunião por ano. O decreto também institucionaliza a realização anual da “Conferência Brasileiros no Mundo”, que terá a participação das autoridades oficiais, conselheiros e convidados oficiais de diversas regiões e público interessado. Para 2010, ainda não foi decido em qual estado do Brasil será acontecerá a conferência.

 

Sobre as Eleições

O Embaixador disse que as eleições serão realizadas em maio, mas ainda não há previsão dos dias. O voto será eletrônico e as pessoas poderão votar pela internet. Uma empresa especializada em gerenciamento de eleições será licitada para executar o trabalho.

Para votar, os brasileiros terão que efetuar o cadastramento, que está dividido em 3 bases:

1 base – TSE - título de eleitor válido

2 base- Carteira de Matricula Consular

3 base – Sistema de inscrição próprio , que está sendo estabelecido.

Haverá um formulário disponível na internet para ser preenchido, com todos os dados, inclusive a jurisdição em que reside, composto de duas partes com base na matrícula eleitoral.

A fiscalização das eleições será feita pelo Itamaraty e pelos consulados.

Sobre o atendimento do Consulado do Brasil em Boston

 

Reclamações

Diante das reclamações sobre o atendimento no Consulado Geral do Brasil em Boston, o Cônsul Mário Saade esclareceu que há uma sobrecarga no agendamento eletrônico e isso causa uma espera maior. O agendamento eletrônico, já é utilizado pela Receita Federal no Brasil desde 2008. Todos os passaportes poderão ser emitidos no novo esquema, mediante o agendamento de entrevista. Este método só foi implantando nos consulados brasileiros em 2009. Após o agendamento e a entrevista, todas as informações sobre a pessoa irão para o Brasil, online e depois retornam  para ser emitido o passaporte, isso garante segurança e não possibilita a falsificação de passaportes.

Há possibilidade de re-agendamento em casos de urgência. Para isso a pessoa terá que mostrar e provar a sua necessidade de urgência em tirar o passaporte.

Quanto os outros serviços o Embaixador diz que os documentos solicitados são emitidos no prazo. Em relação a espera no consulado ele atribui ao número de brasileiros que vivem em Massachusetts, que chega a ser a maior comunidade brasileira nos EUA. “A nossa prestação de serviços envolve os dois lados, o do consulado e o do público. É preciso que haja uma compreensão e entendimento de ambas as partes”, afirma.

 

Saída

Sobre sua possível saída do Consulado, o Embaixador Saade, disse que está no cargo há mais de três anos. “Analisando a gestão de permanência dos meus antecessores, que foi em torno de três anos e meio, não há nada de concreto. Trabalhei no Itamaraty há 40 anos, estarei cumprindo com a minha obrigação o tempo que for estipulado. Enquanto estiver aqui estarei me esforçando para recompor e voltar o sistema eficiente de antes”, finaliza.

Fonte: (Da redação)