Publicado em 25/03/2010 as 12:00am

Presidente Obama responde carta de colunista brasileiro

As promessas de campanha do presidente Barack Obama esbarraram em inúmeros problemas desde que entrou na Casa Branca

 

As promessas de campanha do presidente Barack Obama esbarraram em inúmeros problemas desde que entrou na Casa Branca.  Destroços da guerra do Iraque, conflitos no Afeganistão e Paquistão, caça a Bin Laden, crise econômica, energia, desemprego em massa, além da recente desestabilização dos democratas  com a perda do senador Ted Kennedy  e  a vitória do senador republicano Scott Brown, nas eleições de Massachusetts.  Seus índices de popularidade não resistiram ao impacto e baixaram. Mesmo assim, ele não esmoreceu.  Ainda mais   quando tem ao lado uma aliada forte, inteligente e de personalidade marcante - a primeira dama Michelle Lavaughn Robinson Obama. Baseado nessa disposição, o colunista do BT, Mauricio Mendes,  enviou mensagem de respeito e otimismo ao estadista norte-americano.   

      ___“Gostaria de renovar  minha confiança  em V. Excia.  e desejar  muita  sabedoria nos momentos difíceis à frente da nação,  mantendo firme a luta no caminho da justiça,  da liberdade, da dignidade humana, da paz e do apoio incondicional  aos que realmente  necessitem” – escreveu o colunista. 

   Em resposta, o  presidente  reafirmou suas intenções:

   “Caro amigo:

    Agradeço muito por sua nota gentil... Suas atenciosas palavras se unem a um coro de milhões de americanos que estão ávidos de liderar nossa nação em direção a um futuro promissor. Todos os dias sou inspirado por mensagens de esperança e determinação que recebo de vários cidadãos de todo país. Com a magnitude dos desafios que enfrentamos,  eles só serão ultrapassados se nossa imaginação for unida por um único objetivo: o futuro que deixarmos para nossos filhos e netos, determinado pelo desejo de assumir a carga mutuamente e seguir em frente como um povo unido e uma nação.

   Com sua ajuda, construiremos sobre o que já alcançamos e colocaremos nova fundação para um progresso real e duradouro.

   Sinceramente,

   Barack Obama”.

    Em  todos os momentos importantes de sua carreira política, o presidente repassou otimismo – “Yes, we can”.  Quando eleito em 4 de novembro de 2008 ao cargo máximo dos Estados Unidos,  disse: “Se existe alguém que ainda duvida que os Estados Unidos sejam o lugar onde todas as coisas são possíveis, que ainda questione a força de nossa democracia, a resposta está aqui esta noite”. Dentro desse conceito, no último domingo, 21, conseguiu  outra vitória histórica: a aprovação da reforma de saúde tão desejada por uns e combatida pela oposição. Depois de um século de polêmicas,  de Theodore Roosevelt  a Bill Clinton, e após a criação em 1960 do Medicare, que garante atendimento às pessoas com mais de 65 anos, esta é a maior mudança no sistema de saúde americano.  

   No entanto,  ainda falta uma batalha que o aflige. Legião de  imigrantes indocumentados aguarda ansiosa a reforma das leis de imigração prometidas em campanha. Essas pessoas esperam poder trabalhar  e viver honestamente neste país sem o  temor do fantasma da deportação por perto. Certamente, um  grande desafio para seu governo.  

      Que a estrela do presidente Barack Obama brilhe, como tem brilhado,  e  encontre uma solução justa e histórica para os que contribuem diariamente com esta nação forte e poderosa.

Fonte: (Da redação)