Publicado em 28/04/2010 as 12:00am

Caminhada pela reforma chegará à Casa Branca

O brasileiro Felipe Matos, de 24 anos, juntamente com a equatoriana Gaby Pacheco, o colombiano Juan Rodriguez e o venezuelano Carlos Roa já percorram 1.500 milhas e estão deverão chegar em Washington no dia 1

 

Juntamente com outros três amigos imigrantes, o brasileiro Felipe Matos, de 24 anos, iniciou no dia 1º de Janeiro,  uma caminhada de Miami – Flórida, até a capital do país, Washington DC. Com a chegada programada para 1 de Maio, dia da Marcha Nacional em favor da legalização, Felipe, a equatoriana Gaby Pacheco, o colombiano Juan Rodriguez e o venezuelano Carlos Roa decidiram  atravessar, a pé, os 2.400 quilômetros que separam as duas cidades, numa marcha pelo fim das deportações de jovens e pela aprovação do “Dream Act”. O projeto permitiria que jovens imigrantes ganhem um visto de residência de seis anos para cursar uma universidade e tenham o direitos e deveres em pé de igualdade com os cidadãos americanos.

 

Os estudantes já percorreram 1.500 milhas do trajeto e dizem que vão à Casa Branca clamar por um encontro com o Presidente Obama, afim de entregar um abaixo-assinado com mais de 30.000 assinaturas. Após isso, eles vão realizar uma conferência de imprensa para falar da experiência da viagem e responder questões dos presentes. No evento, a Florida Immigrant Advocacy Center irá lançar um relatório chamado Unleash the DREAM: End the Colossal Waste of Young Immigrant Talent, que documenta todos os benefícios que o ‘Dream Act’ pode trazer à nação, em termos de desenvolvimento e economia.  “ Essa marcante caminhada, denominada de ‘Trilha dos Sonhos’, tem sacrificado muito para fazer a diferença para todos esses jovens imigrantes, que tem sido prejudicados pela falta de um status migratório legal” disse Cheryl Little, diretora-executiva da FIAC em comunicado enviado à imprensa. “ É tempo para diminuirmos esse desperdício de talento  e darmos oportunidade para esses jovens que necessitam de projetos como o Dream Act” completa.

 

A equatoriana Gaby Pacheco comentou as motivações do grupo em realizar a caminhada, em depoimento antes do início da corajosa iniciativa. “ O congresso tem falhado com as nossas comunidades pela falta de iniciativa em aprovar uma legislação que mantenha as nossas famílias seguras e garanta um futuro promissor e brilhante para muitos estudantes imigrantes que foram criados nesse país.  Queremos pedir ao presidente Obama que atue agora para acabar com as deportações de estudantes antes que haja um caminho para a legalização” desabafou. Mais informações sobre a caminhada no site www.trail2010.org.

 

Lei no Arizona gera encontro entre legisladores pró-imigrantes

A polêmica criada com a aprovação da lei SB10170, que torna a imigração ilegal um crime no estado do Arizona,  vai gerar uma coletiva de imprensa em Washington DC com diversos legisladores do país nessa quarta – feira (28), afim de se pedir uma ação urgente no setor de Imigração.  A iniciativa permite que um indocumentado comum, somente pelo fato de estar residindo irregularmente no país, pegue até 6 meses de prisão e pague uma multa d $2.500, antes de ser deportado. 

 

Os  deputados democratas, Xavier Becerra e Mike Honda, da Califórnia, Raul Grijalva, do Arizona, Luis Gutierrez, de Illinois e Nydia Velazquez, de New York, já estão confirmados, aguardando a confirmação de outros políticos no evento, que acontecerá no House Triangle.


Fonte: (Da redação)