Publicado em 12/05/2010 as 12:00am

Brasileiro é assassinado por negar cigarro a americano

O brasileiro Lisney Oliveira, de 26 anos, morador de Boca Raton, na Flórida, foi morto na semana passada após um homem lhe perguntar se teria algum cigarro, e responder que não

 

O brasileiro Lisney Oliveira, de 26 anos, morador de Boca Raton, na Flórida, foi morto na semana passada após um homem lhe perguntar se teria algum cigarro, e responder que não. Ele estava em uma danceteria em Miami com um grupo de amigos, e foi perseguido pelo rapaz, que em certo momento golpeou Lisney por trás, fazendo com que o brasileiro batesse a cabeça na calçada e morresse horas depois.

O americano de 35 anos, Sosthene Louis, foi preso e responderá por assassinato em segundo grau na morte do brasileiro, após um dia do incidente ocorrido. Ele foi pego pelas câmeras de segurança da boate Mekka e fugiu da cena do crime por trás do local.

Até agora se sabe que após receber escutar um ‘não’ do brasileiro, Louis esperou o grupo de amigos se locomover para outro lugar para ele golpear Lisney na nuca, derrubando o brasileiro no chão, que culminou com a sua morte.

A família do brasileiro está lutando para entender a morte de Lisney. Ele era o mais velho entre os filhos  de Heloisa e Lisney Oliveira Sr. O pai afirma que o brasileiro mudou do Brasil para Flórida 11 anos atrás.

Fonte: (Da redação)