Publicado em 14/05/2010 as 12:00am

Brasileiros são presos acusados de pedofilia

O brasileiro Evandi Ribeiro, de 33 anos, foi preso na terça-feira (12), após ser vítima de sigiloso esquema da polícia. Ele é o quarto brasileiro preso este mês em Marlborough, sob acusação de pedofilia

O brasileiro Evandi Ribeiro, de 33 anos, foi preso na terça – feira (12), acusado de ter marcado encontro com  uma garota de apenas 13 anos em Marlborough (MA). Ao longo das últimas semanas, a polícia trabalha numa investigação para prender suspeitos de pedofilia e planejaram um encontro do brasileiro com uma falsa vítima menor de idade. 3 outros brasileiros já foram presos na operação.

Os acusados sempre compareciam aos encontros com bebidas alcoólicas e camisinhas. O combinado era feito em chats online de relacionamento, com os criminosos convidando a ‘menina’ a realizar práticas sexuais com eles.

Segundo o detetive Robert Jusseaune disse ao MetroWestDailyNews, muitos encontros não se concretizaram pois os suspeitos não tinham coragem de aparecer. A polícia esperava em um lugar estratégico para conseguir efetuar a detenção dos acusados.

Evandi foi preso na terça-feira, após se deparar com um policial que estava sem farda e esperava pela chegada do brasileiro para realizar a prisão. Além da prática de Pedofilia, o brasileiro responderá por dirigir sem carteira de motorista válida. A sua fiança está fixada em $500, e deverá comparecer na Côrte de Marlborough nessa quarta – feira, para o primeiro julgamento.

 

Operação já prendeu outros 3 brasileiros

Na semana passada, a investigação sigilosa, terminou na prisão de outros 3 brasileiro no dia 6 de maio, também em Marlborough.

Agmar Miranda, 32 anos, de Southborough, José de Oliveira, 36 anos, de Somerville, Paulo Amorim, 33 anos, de Natick foram presos após comparecerem aos encontros marcados pela polícia.  Estes três nomes foram apresentados pelo departamento de polícia de Marlborough. Conforme as informações apresentadas, eles foram presos sob acusação de aliciamento de crianças..

Fonte: (Da redação)