Publicado em 24/05/2010 as 12:00am

Família procura brasileiro desaparecido há 15 anos nos EUA

Caio Márcio Pereira de Oliveira, de 37 anos, viajou para os EUA em 1995, após uma sucessão de tragédias em sua vida. Desde então, parou de fazer contatos com familiares e amigos

 

O desaparecimento de um ente querido que emigrou para outro país é uma triste realidade entre muitas famílias brasileiras, que muitas vezes passam anos sem ter contato ou até mesmo notícias acerca do parente.  É o caso de Caio Márcio Pereira de Oliveira, que em 1995 viajou para os EUA, e desde então nunca mais realizou contatos com a sua família.

Desesperados, os familiares de Caio tentam desde a sua partida, retomar os contatos e saber informações sobre seu paradeiro. “ O meu tio estava passando por um momento difícil em sua vida quando decidiu ir para os EUA. Ele tinha sido largado pela esposa e não se recuperou de uma acidente sofrido pelo irmão. Também enfrentava problemas de relacionamento com a minha avó. Ele já não agüentava mais viver aqui no Brasil. Foi nesse momento que ele decidiu mudar de vida” testemunha sua sobrinha, Sílvia Pereira, que contatou o Brazilian Times para desabafar acerca do desaparecimento do tio.

Segundo Sílvia, antes de desembarcar em Los Angeles em maio de 1995, o jovem Caio tinha uma promissora carreira pela frente, residindo em Goiânia, capital do estado de Goiás. “ Quando ele viajou estava com 22 anos e já tinha sido gerente de empresas de construção civil e uma carreira e muito sucesso apesar da pouca idade. Meu tio era muito inteligente, se destacava com muita facilidade, tinha um futuro brilhante pela frente se não tivesse abandonado tudo” desabafa a brasileira, que reside atualmente em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. A sucessão de acontecimentos trágicos em sua vida, se reverteram numa mudança brusca de hábitos, levando o brasileiro de encontro com problemas relacionados ao álcool e a falta de responsabilidades. “ O fim do seu casamento foi o estopim para que ele caísse nessa vida. Ele nunca superou aquele fato” afirma Sílvia, que revela que o último contato do tio foi no dia que em chegou aos EUA,  ligando para informar que estava tudo bem e que já tinha um emprego em vista, trabalhando numa granja na Califórnia. Daí por diante Caio ‘nunca mais fez qualquer tipo de contato com a família ou amigos’.  

Sobre o paradeiro de Caio, Sílvia ainda se mantém confiante que o tio retomará os contatos com a família. “ Ainda temos esperanças que possamos retomar o contato com meu tio. É muito ruim ficar sem noticias de um parente que era tão presente na nossa vida. E não vamos desistir, vamos fazer o possível para descobrir notícias dele” desabafa a cabeleireira ,  afirmando que ainda acredita que o tio esteja vivo. Para quem tem informações acerca de Caio Márcio Pereira de Oliveira, de 37 anos de idade, pode entrar em contato com a sua sobrinha, Sílvia, pelo número (67)3025 – 6207.

Fonte: (Da redação)