Publicado em 16/07/2010 as 12:00am

Oto Agripino Maia fala sobre o CRBE e despede-se do cargo

Em entrevista, exclusiva, ao Jornal Brazilian Times, o Subsecretário-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior, Oto Agripino Maia, falou sobre o decreto Nº 7.214, assinado em 15 de Junho de 2010, pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que instituc

 

Por Claudia Carmo


Em entrevista, exclusiva, ao Jornal Brazilian Times, o Subsecretário-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior, Oto Agripino Maia, falou sobre o decreto Nº 7.214, assinado em 15 de Junho de 2010, pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que institucionaliza e estabelece princípios e diretrizes da política governamental para as comunidades brasileiras no exterior, institui as Conferências Brasileiros no Mundo - CBM, cria o Conselho de Representantes de Brasileiros no Exterior – CRBE.

Segundo o Embaixador Oto Agripino Maia, com o decreto institucionalizado o próximo passo para a realização das eleições, onde serão escolhidos 32 Representantes da Comunidade Brasileira no Exterior, será a escolha da empresa que trabalhará no desenvolvimento do site e isso já esta no processo de licitação.

Ele explica que quem vencer o processo licitatório, terá que desenvolver uma página eletrônica, o mais rápido possível, que possibilite o processo eleitoral e de segurança ao eleitor. “O processo é cauteloso, pois o dispositivo a ser desenvolvido terá toda segurança para não haver fraudes e todas as pessoas poderem votar com segurança”, afirma Oto.

Oto Agripino disse, ainda, que a próxima conferência “Brasileiros no Mundo” terá a presença dos 32 representantes eleitos em todos os continentes e afirma, ainda, que todos os candidatos já podem fixar suas plataformas de trabalho, fazer suas inscrições no consulado e trabalhar  suas propostas e campanhas.

Todos os brasileiros residentes no exterior poderão votar com a carteira consular. “Portanto as pessoas que ainda não fizeram seu cadastramento no consulado deverão providenciá-la o mais rápido possível”, acrescenta.

O Embaixador falou sobre a importância desta institucionalização, que faz com que a conferência “Brasileiros no Mundo”, se torne um evento que faz parte do calendário oficial do Governo Brasileiro. “Esta foi uma conquista nossa de todos os brasileiros. Agora a conferencia fará parte da política pública. O que antes nas duas conferências acontecia de contarmos com ajuda de verbas de instituições como a Alexandre de Gusmão, para as despesas de passagens e hospedagens, agora essa verba sairá do Tesouro Nacional Brasileiro”, diz.

Ele estará deixando o cargo de subsecretário-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior na próxima semana e estará indo para a Grécia, onde assumirá uma nova jornada de trabalho. Em seu lugar ficará o embaixador Eduardo Gradilone, que trabalha junto com Oto Agripino, como Diretor das Comunicações Brasileiras no Exterior.

Eduardo Gradilone está trabalhando com o Embaixador Oto Agripino durante todo o processo de oficialização do decreto e agora dará continuidade as conquistas, que foram feitas durante os três anos de mandato com o Embaixador do Ministério. “O ambiente democrático e inquestionável me deixa muito feliz e tranqüilo. Nas consciências foi um processo intensamente democrático e as comunidades brasileiras no exterior conseguiram, pela primeira vez, se manifestar e serem ouvidas”, relata o Embaixador Oto. “Destes três anos de trabalho como Subsecretario- Geral vou levar lembranças muito gratas. Nos meus 40 anos de trabalho esta foi uma fase de realizações e conquistas  junto com os  brasileiros. Levarei memórias maravilhosas  durante esses três anos de trabalho, dos representantes, jornalistas, autoridades e todas as pessoas que nos ajudaram no trabalho por estas conquistas”, finaliza o Embaixador Oto Agripino Maia.

Fonte: (Da redação)