Publicado em 10/09/2010 as 12:00am

Republicano afirma que indocumentados ficarão fora de benefícios

Charlie Baker afirma que até quem tem Green Card ou status migratórios temporários serão privados de aplicar para serviços como Free Care e auxílio para gestantes (wic)

 

Na manhã dessa quarta- feira (09), o candidato republicano ao governo do estado de Massachusetts, Charlie Baker, anunciou 5 medidas para conter o gasto estadual, caso seja eleito. Uma das medidas será excluir imigrantes indocumentados de acessar benefícios públicos como Free Care, apartamentos populares, auxílio para gestantes ou qualquer outro tipo de serviço subsidiado pelo estado.

O seu posicionamento anti-imigrante tem sido veiculado também em propagandas televisivas eleitorais, causando revolta entre ativistas e políticos que apóiam causas em favor dos imigrantes do estado. O fato foi ‘apaziguado’ por alguns veículos de comunicação de Massachusetts, como o jornal Boston Herald, que reportou que o candidato ‘estaria garantindo que os benefícios seriam apenas destinados aos residentes legais’. A proposta do republicano seria privar até mesmo Residentes Permanentes ( pessoas que tem Green Card) no estado, candidatos a asilo por violência doméstica, refugiados, e qual pessoa que possua somente um status migratório temporário no país. ‘ Esse grupo de imigrantes legais, que pagam seus impostos em dia, incluem também boa parte daqueles que estão vários que estão arriscando suas vidas servindo o exército norte-americano’ frisou um comunicado da Massachusetts Immigrant and Refugee Advocacy Coalition (MIRA), sobre as declarações do candidato.

Passadas algumas das declarações polêmicas de Baker, um porta-voz do seu comitê de candidatura, ponderou que ‘o republicano poderia estender os benefícios para os residentes legais, e não somente os cidadãos. “ Nós estamos aliviados com esse esclarecimento, mas o comunicado ainda está causando problemas por duas razões. Primeiro porque demonstra o quanto estão mal informadas as retóricas envolvendo o tema da Imigração nessa eleição. Infelizmente, temos visto esse tipo de linguagem descuidada e precipitada que é aplicada como possível legislação e pode afetar a vida de milhares e milhares de trabalhadores de Massachusetts, que pagam seus impostos” opina Eva Millona, diretora-executiva da MIRA. “É também admirável o quão zeloso pelos residentes, essas propostas tem se mostrado ser” ironiza Eva.

Ela ainda afirma que a proposta pode ter efeito contrário, trazendo mais despesas ao estado do que uma economia nos cofres públicos. “ Estudos independentes no Colorado e na Pennsylvania, mostraram que a tentativa de excluir indocumentados dos benefícios estaduais terminaram em aumentos nas despesas públicas, custando aos contribuintes milhões de dólares a mais, sem haver a economia alguma. Charlie Baker poderia até gastar esses milhões a mais dos contribuintes, mas ele não deveria enganar a si próprio achando que isso irá ter algum benefício econômico. Nós estamos desapontados, que esse indivíduo, que já foi um aliado da MIRA e um empresário sensato, tenha escolhido gastar o dinheiro do contribuinte para tal flagrante político” completa a diretora da entidade.

Fonte: (Da redação)