Publicado em 13/09/2010 as 12:00am

Olodum prepara 'carnaval fora de época' em Somerville/MA

O grupo Olodum, que também é um dos blocos afro do carnaval de Salvador mais conhecidos no Brasil e no mundo

 

Por Marcelo Zicker


O grupo Olodum, que também é um dos blocos afro do carnaval de Salvador mais conhecidos no Brasil e no mundo, desembarca nos EUA para uma agenda de shows que irá incluir passagens em Connecticut ( para a a edição local do Brazilian Day) no dia 18, e também Massachusetts, no tradicional Somerville Theatre, no dia 19. Com 29 carnavais de existência, o Olodum promete agitar o público presente, realizando uma verdadeiro carnaval fora de época em cada uma de suas apresentações.  Para falar mais sobre os shows nos EUA, conversamos com Jorginho Rodrigues, empresário e diretor do bloco.

Brazilian Times - O show a ser realizado em Somerville fará parte da turnê ' Povo das Estrelas' ? Qual o real conceito do show em comparação com as turnês passadas?

Jorginho Rodrigues - Sim. O ‘Povo das Estrelas’ faz referência aos povos Dogons, que habitam uma região do Mali, e tem uma forma pouco conhecida, um extenso leque de informação sobre as estrelas. Foi tema do nosso carnaval em 2009 e retrata o Olodum como uma estrela da Bahia brilhando pelo mundo.

 

BT - Vocês realizam trabalhos comunitários e educativos em comunidades da cidade de Salvador. Fale um pouco desses trabalhos que são desempenhados fora do mercado musical, mas que utilizam a música como instrumento de cidadania.

JR - O nosso projeto social é a Escola Olodum, que atua com crianças da cidade do Salvador, e exporta sua tecnologia social para outras cidades e até alguns países. É um trabalho duro, sério e coerente com o discurso do Olodum de auto-afirmação, de vitórias e conquistas, independente da religião, cor e sexo. Atendemos jovens de escolas públicas apenas, dando-lhes oportunidade de enxergar uma saída para problemas como o tráfico e a violência. Os cursos básicos são de percussão, dança e informática.

 

BT - O gênero Samba-Reggae ganhou grande popularidade ao longo da década de 90, com a revelação de vários grupos de axé e outros com uma proposta mais percussiva (como o Timbalada). Como você avalia a situação do estilo no atual mercado musical brasileiro?

JR - O Olodum é o principal responsável pela divulgação  do samba-reggae, criado por Neguinho do Samba. Ainda hoje somos a referência viva, constante e mutante de como esse ritmo pode ser aperfeiçoado e explorado por vários artistas, sem ser descaracterizado e tornando-o cada vez mais popular. No Brasil, bandas e artistas da Bahia e de outros lugares, também tocam, gravam e pesquisam o samba-reggae, dando um "toque" especial em suas canções. Atualmente o sertanejo está muito forte no país, o que é bacana e permite oxigenar um pouco. No entanto a música do Olodum, continua forte e alegrando milhares de pessoas por onde passamos, sempre com muita energia boa!

 

BT -  Qual a diferença de se realizar um show num teatro como será o show de Somerville, em comparação com um show de rua ou no carnaval baiano ?

No caso desse show, para nós as diferenças são mínimas. A reação da platéia, é sem dúvida, o que pode ser mais branda, ou mais agitada dependendo do formato do evento. Muitas vezes encontramos em teatros, um público tão eufórico, quanto aqueles que nos acompanham nas ruas durante o carnaval. A galera de Somerville tem que se preparar, porque vamos chegar com a mesma empolgação e vontade de tocar!!

 

BT - Turnês internacionais não são uma novidade para vocês. Com parcerias de renome, como Paul Simon, Michael Jackson, o nome do Olodum é bem reconhecido mundo afora. Vocês pretendem um dia realizar um projeto voltado ao mercado fora do Brasil , com letras em inglês e talvez com a inserção de um outro gênero musical , por exemplo ?

JR - Temos essa intenção, mas estamos estudando isso com muito carinho. Nós somos artistas do Brasil, e nosso mercado é aqui. As nossas viagens,servem para mostrarmos o que o Brasil tem de melhor, na nossa visão. Uma dessas coisas é a nossa música, além da nossa gente, nosso futebol, nossas praias, entre outras coisas. Nosso foco é lançar o DVD que foi gravado em Janeiro, e partir de novembro começarmos a rodar com ele. Antes de cantar em outras línguas,  queremos fazer registros em cada lugar especial que passamos. Devemos muito aos EUA, de Paul e Michael, na Argentina, Itália, Alemanha, e boa parte dos 36 países em que já estivemos.

 

BT - Quais são os próximos projetos do grupo ? Algum cd ou projeto de parceria em vista?

JR - Estamos agitando muitas coisas, o lançamento do nosso DVD Povo das Estrelas, o Verão em Salvador, Carnaval 2011, onde vamos falar da historia da escrita, enfim, estamos movimentando muitas coisas  e vamos trabalhar muito pra que tudo saia como estamos planejando.

 

BT - Ha alguma surpresa para esse show em Somerville ?

JR - Estamos indo com uma nova formação de cantores Lucas di Fiori ( formado pela escola Olodum há 10 anos ), e a Nadjane Souza, que tem feito uma verdadeira farra nos shows aqui no Brasil, Argentina e na Europa,  onde já estivemos com esse time. Cada show é um lance diferente e o improviso sempre nos acompanha, o que nos deixa ainda mais próximos do nosso público. Gostaria de agradecer o carinho e  espaço que vocês estão nos dando, e aproveito para convidar a todos para assistir ao nosso show em Somerville, e acompanhar todos os outros da nossa turnê. No verão de 2011, todo mundo em Salvador, na Bahia, para celebrar com o Olodum mais um grande verão e um belo carnaval.

 

OLODUM EM SOMERVILLE – MA

Local – Somerville Theatre - 55, Davis Square, Somerville – MA.

Data – Domingo, 19 de Setembro

Horário – 8:00 pm

Informações e tickets – www.somervilletheatreonline.com / (617) 625-5700

Fonte: (Da redação)